Para chefe da Mercedes, Ferrari chegou ao seu limite técnico

Toto Wolff lamenta pelo momento do time de Maranello e diz entender situação: “Nós já estivemos lá”

Com três provas terríveis nas últimas semanas, a Ferrari viu sua chance de se sagrar campeã de pilotos com Sebastian Vettel neste ano evaporar em um acidente que envolveu seus dois carros em Cingapura e em duas falhas mecânicas na Malásia e no Japão.

Chefe da Mercedes, Toto Wolff diz sentir pelos concorrentes de Maranello, que surpreenderam no desenvolvimento para esta temporada.

Perguntado sobre o infortúnio da Ferrari, Wolff respondeu ao Telegraph: "Neste esporte, não tem segredo. Trata-se de ter o carro mais rápido, o melhor piloto e o desempenho mais sólido.”

"E nós estivemos lá. Tivemos momentos difíceis para nossos dois pilotos no passado em termos de confiabilidade. Quando você está empurrando os seus próprios limites, uma hora você chega neles. A melhora da Ferrari de 2016 para 2017 foi excepcional e provavelmente esta é uma fase de desenvolvimento."

Wolff acrescentou: "Posso entender como é essa sensação de ter tido três corridas onde você perdeu muitos pontos. Não é uma sensação boa. Nós nos beneficiamos dos infortúnios das Ferraris e problemas de confiabilidade nas últimas três corridas."

"Mas isso não significa que estamos relaxando. Pelo contrário, acho que precisamos continuar dando o máximo."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias