Para chefe, Toro Rosso está um mês atrasada no cronograma

Franz Tost vê equipe melhorando desempenho nos últimos dias de teste, mas ainda se diz insatisfeito com motor Renault

Sofrendo com o motor Renault, a Toro Rosso não pôde fazer bom uso de sua pré-temporada neste ano. O time se confessou um mês atrás do que deveria estar em termos de desenvolvimento, e tem como meta ver a bandeira quadriculada do GP da Austrália neste final de semana.

“Talvez a corrida esteja começando um mês mais cedo", disse o chefe da equipe, Franz Tost. "Eu gostaria de ter mais tempo, duas ou três semanas para testar, mas é assim que foi programado. Nós temos que tirar o melhor do nosso carro.

"Nós melhoramos o desempenho, especialmente nos últimos dois dias no Bahrein na pré-temporada, por isso estamos em um bom caminho."

Para o dirigente, a equipe deverá usar seu foco no início do ano para melhorar o STR9 a todo custo. "O primeiro e decisivo fator será ver a bandeira quadriculada", explicou.

"Assim, nosso tema principal é melhorar a confiabilidade. Vamos ver depois onde estamos com o desempenho."

"Do ponto de vista técnico, ainda temos de resolver alguns problemas com a unidade de potência, mas a Renault está ciente disso. Eu aceito que seja parte deste novo processo. Vamos esperar a primeira corrida para ver onde nós realmente estamos.

"Eles [Renault] são profissionais o suficiente e tem experiência suficiente para resolver todos os pontos fracos. Estou convencido disso."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias