Para Domenicali, Ferrari ainda tem muito o que melhorar

Italiano vê bom desempenho na Espanha como incentivo para engenheiros, mas garante que pressão por resultados ainda é grande

O chefe da Ferrari, Stefano Domenicali

Mesmo depois de largar na primeira fila e chegar próximo da vitória do GP da Espanha – e desta vez em uma corrida normal, sem chuva – Stefano Domenicali não acredita que a Ferrari esteja em uma situação confortável. O chefe da equipe ainda vê a necessidade de um grande salto para melhorar a aerodinâmica do F2012.

“Sempre olho o copo meio cheio. Acho que o fato de estarmos próximos da liderança deve ser um incentivo para os engenheiros desenvolverem o carro. Se quisermos ganhar esse campeonato, temos de dar um grande salto e continuar melhorando os níveis de pressão aerodinâmica. Pelo menos estamos lá, porque nosso objetivo não mudou”, afirmou em entrevista acompanhada pelo TotalRace.

O italiano garantiu que a pressão está sob o departamento de engenharia. A Ferrari não ganha um Mundial de Construtores desde 2008.

“Não há alívio, mas foi bom porque os técnicos que trabalharam duro estão vendo o resultado de seu esforço. Em uma condição em que estamos sob muita pressão – e isso não é um problema comigo, mas com quem lida com a parte da engenharia, que precisa mostrar trabalho. Estou feliz porque o trabalho das últimas semanas deu o sinal correto em termos de tendência. Mas sabemos que não é o suficiente.” 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias