Para fornecedora, sensor de fluxo de combustível está de acordo com pedido

compartilhar
comentários
Para fornecedora, sensor de fluxo de combustível está de acordo com pedido
Por: Gabriel Lima
18 de mar de 2014 16:43

Gill Sensors se isenta de culpa em polêmica por meio de comunicado após desclassificação de Ricciardo

A fornecedora oficial de sensores de fluxo de combustível da Fórmula 1 afirmou depois do GP da Austrália que a experiência obtida foi positiva, apesar de ter tido problemas com alguns carros durante os treinos e ser alvo da polêmica do final de semana, causando a desclassificação de Daniel Ricciardo. A empresa, chamada Gill Sensors, se justificou por nota.

"Após o GP da Austrália no último fim de semana, a FIA forneceu à Gill Sensores feedback positivo sobre o desempenho do medidor de fluxo de combustível, o que confirma a sua confiança no desenvolvimento e informa que os medidores atendem à especificação de precisão da Federação", disse a Gill Sensors.

"O desenvolvimento do medidor incluiu um extenso programa de testes, que envolveu contatos com muitas das equipes de F-1 para o seu valioso feedback sobre o projeto do medidor e sua funcionalidade. A calibração do medidor é tratada por terceiros contratados pela FIA”, ressaltou a empresa.

"Os medidores utilizam tecnologia de ultrassom, que foi selecionada para a sua resistência em condições extremas de operação. A FIA escolheu a Gill Sensors para este desenvolvimento complexo devido aos 29 anos de experiência comprovados em matéria de ultrassom."

Outras equipes da Fórmula 1 também aprovaram os dados obtidos na primeira prova do campeonato.

"A FIA está obviamente controlando o fluxo de combustível e verificando com todas as equipes, e é uma questão de aprender fazendo para a FIA e para nós", falou Toto Wolff da Mercedes ao The Guardian. "O medidor de fluxo de combustível é um sistema FIA, e isso precisa ser integrado aos carros. Este é um processo de aprendizagem, onde as equipes apoiam a FIA e vice-versa".

Domenicali, diretor da Ferrari, acrescentou: "Precisamos contar com o fato de que será uma situação bem gerida pela FIA. Temos fé que a FIA vai fazer o seu trabalho e tenho certeza de que não teremos grandes problemas."
Próxima Fórmula 1 matéria
Vídeo: Compare som da nova era turbo com barulho de 2013

Previous article

Vídeo: Compare som da nova era turbo com barulho de 2013

Next article

Para diretor da Ferrari, desempenho em Melbourne não foi aceitável

Para diretor da Ferrari, desempenho em Melbourne não foi aceitável
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Gabriel Lima
Tipo de matéria Últimas notícias