Para Grosjean, Circuito Gilles Villeneuve merece "respeito"

Estreante na pista, francês se anima por performance em traçados de rua e relembra batidas com campeões no Canadá

Grosjean andou bem em Mônaco, mas não passou da largada

Estreante no Circuito Gilles Villeneuve, o francês Romain Grosjean aposta em mais uma performance forte em um circuito de rua, depois de ter se classificado em quarto no grid de largada em Mônaco. O piloto da Lotus, no entanto, sabe que deve tomar cuidado com a traiçoeira pista de Montreal.

“Será minha primeira vez no Canadá, então é outra nova experiência para mim neste ano. É uma pista que pode te pegar de surpresa, como vimos por várias vezes no muro dos campeões. E, ainda que não seja campeão de F-1, vou andar com o devido respeito. É um circuito de rua e gosto deste tipo – entrei no ritmo logo de cara em Mônaco. Gosto da sensação de estar próximo aos muros.”

Grosjean afirmou que chegará a Montreal na segunda-feira para se acostumar ao novo horário. “Isso às vezes pode ser mais desafiador do que o próprio acerto do carro”, brincou.

Depois do mau desempenho na corrida passada com Kimi Raikkonen, único carro da equipe que permaneceu na pista após a largada, James Allisson, diretor técnico do time, pretende avaliar se as ondulações de Monte Carlo prejudicaram o desempenho do E20.

“Vamos levar uma asa traseira menor com uma asa dianteira que equilibre isso. Um dos fatores mais importantes é se certificar de que a configuração de freios é a correta e que o carro tenha bons níveis de refrigeração nessa área.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias