Para Hamilton, ano de 2015 da McLaren está “duro de assistir”

compartilhar
comentários
Para Hamilton, ano de 2015 da McLaren está “duro de assistir”
Por: Gabriel Lima
8 de jul de 2015 15:06

Revelado por time britânico, piloto da Mercedes se solidariza com mau momento: “é uma equipe muito grande”

Fernando Alonso, McLaren MP4-30
Jenson Button, McLaren Honda
Jenson Button, McLaren MP4-30 no grid
Fernando Alonso, McLaren MP4-30 e Daniil Kvyat, Red Bull Racing RB11 brigam por posição
Fernando Alonso, McLaren MP4-30
Fernando Alonso, McLaren MP4-30

Líder do campeonato por 17 pontos após sua quinta vitória nesta temporada e sua 38ª na carreira no último GP, em Silverstone, Lewis Hamilton confessou que se sente mal pelo fato de sua antiga equipe, a McLaren, estar passando por tempos difíceis. O time de Woking tem enfrentado problemas de desenvolvimento em sua nova parceria com a Honda.

"Nós todos sabemos que este ano tem sido difícil para eles. Para mim, definitivamente, é duro de ver isso", disse ele.

"É uma equipe muito grande, que teve um sucesso enorme e um time o qual participei por muitos anos. É uma sensação muito anormal vê-los na posição em que estão agora."

Hamilton crê que a McLaren tenha o que é preciso para reverter este momento.

"Temos o Ron Dennis lá e vários grandes engenheiros. Um espírito de equipe que acredito que irá prevalecer", disse ele.

"Estão em um lugar escuro agora, mas espero que encontrem uma luz no fim do túnel."

Três anos ao lado de Hamilton na McLaren, Jenson Button diz que é importante para a equipe continuar com a atitude certa.

"Todos nós estamos lutando para manter o sorriso. É uma posição difícil", disse Button.

"Tenho realmente dias ruins, como todos nós, e momentos que eu não estou feliz. Não há razão para ficar desmotivado agora, porque isso não vai nos ajudar a melhorar.”

Companheiro de equipe de Button, Fernando Alonso acrescentou: "É verdade que a competitividade que temos agora não é a que queríamos ou esperávamos.

"Sabíamos que este primeiro ano com a Honda seria muito difícil, mas ainda estou otimista e feliz com o progresso do carro. Precisamos corrigir alguns problemas, mas estamos definitivamente indo na direção certa.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Bottas espera que Williams tenha aprendido lições de Silverstone

Previous article

Bottas espera que Williams tenha aprendido lições de Silverstone

Next article

Mesmo dominando GP2, Vandoorne teme que não consiga vaga na F1

Mesmo dominando GP2, Vandoorne teme que não consiga vaga na F1
Load comments