Para Hill, sucesso de mulheres na F1 é "muito improvável"

Campeão de 1996 não acredita que mulheres possam ser bem sucedidas na principal categoria do automobilismo mundial

Na última sexta-feira (17), Bernie Ecclestone, chefão da Fórmula 1, deu uma declaração no mínimo polêmica à rede de TV canadense TSN, dizendo que as mulheres "não seriam levadas a sério" na categoria.

Quem também resolveu falar sobre o tema foi Damon Hill, campeão mundial em 1996. O britânico não utilizou os mesmos termos de Ecclestone, mas assim como o dirigente, não acredita no sucesso das mulheres na F1.

Minha esposa e minhas filhas garantem que não há razão alguma que indique que uma mulher não possa superar um homem na F1, mas tenho minhas dúvidas", disse Hill em entrevista para a rede de TV britânica ITV. 

"Acho muito improvável que uma mulher compita na categoria e se saia melhor do que os rapazes. É difícil até mesmo para alguns caras serem competitivos", afirmou o ex-piloto, que ressaltou ainda que os comentários de Ecclestone não devem ser levados à sério.

"Bernie gosta de ser polêmico e faz essas provocações esperando que alguém diga que vai provar que ele estava errado", completou o atual comentarista de TV.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Damon Hill
Tipo de artigo Últimas notícias