Para Horner, vitória em Nürburgring compensou Silverstone

Dirigente de time austríaco defende que cinegrafistas e outras pessoas usem equipamento de segurança nos pits

Com Vettel ganhando sua primeira corrida em casa, e Webber escalando de último para o sétimo lugar após o Safety Car, a Red Bull teve bom dia ontem na Alemanha. Para Christian Horner, isso serviu para espantar de vez o mal-estar deixado pelos problemas enfrentados por Vettel em Silverstone.

“Para nós funcionou para compensar um pouco o desapontamento de Silverstone. Ficamos muito perto de vencer o GP da Grã-Bretanha, mas conseguimos uma semana depois. Para a corrida na casa de Sebastian, foi um grande resultado”, disse ao TotalRace.

Horner também se disse preocupado com o estado de saúdo do cinegrafista atingido pela roda de Webber no primeiro pit stop. “Na parada de Mark temos que entender por que a roda não foi travada. Tentaram travá-la, foi feito um pouco de força. Mas o que importa é que ele [cinegrafista] está bem e obviamente essa foi nossa primeira preocupação. É uma boa hora de lembrar que a vida no pit lane é bem perigosa.”

“Coisas podem dar errado no box, e por isso os mecânicos têm que usar roupa de segurança e capacetes. Acho que outras pessoas que trabalham no pit deveriam começar a utilizar também.”

“Você fica imaginando como está a pessoas. Inicialmente achei que fosse um mecânico da Mercedes, mas me falaram que era um cinegrafista e estavam me informando durante a prova como ele estava. Mas o mais importante é que ele está bem.”

Por fim, o dirigente contou como foi traçada e mudada a estratégia durante a prova. “Foi muito difícil decidir algumas coisas. O Safety Car veio quando a Marussia começou a andar sozinha, e aquele foi um ponto difícil da corrida, porque ainda era muito longe do fim da corrida. Então, colocamos pneus usados em Sebastian, deixando um set disponível para o último stint. Pretendíamos parar e achamos que as Lotus poderiam ir até o final.”

“Quando Grosjean parou, fez sentido para nós cobri-lo. Demos a liderança para Kimi, e nos concentramos nele, porque estava muito bem. Quando ele parou, Sebastian tinha boa vantagem para administrar.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias