Para Massa, exclusão do GP do Brasil foi “muito estranha”

Williams desistiu de entrar com recurso contra desclassificação do brasileiro na corrida do último domingo por estar com pneu traseiro direito irregular

Depois de viver um dos piores GPs do Brasil dentro da pista, Felipe Massa teve ainda mais problemas fora dela. O piloto brasileiro foi desclassificado do oitavo lugar por conta de irregularidades no pneu traseiro direito e não gostou nada da situação.

O composto estava 27C mais quente que o permitido e com 0,1 psi a mais de pressão ante ao que manda o regulamento.

A Williams, apesar de mostrar evidências de que as medições da FIA estavam erradas, desistiu de recorrer da decisão.

"Para ser honesto, eu prefiro não responder sobre a exclusão, porque eu não entendo", disse Massa ao site F1i na Race of Champions.

"Eu não entendi para ser honesto. O que aconteceu é muito, muito estranho. Eu não senti nada de diferente no carro. Se eu tivesse muita diferença de temperatura nos pneus, sentiria o carro muito pior imediatamente após a primeira curva.”

"Eu não estou realmente preocupado com isso porque eu acredito no time 100% e eles sabem o que fazer.”

"Mas não foi um bom fim de semana de qualquer maneira, foi muito ruim. Eu esperava um desempenho muito mais forte no Brasil. Tive muita dificuldade desde a primeira sessão de treinos. Estou concentrado 100% em Abu Dhabi agora para terminar bem a temporada e, em seguida, mudar o nosso foco completamente para o próximo ano."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa
Equipes Williams
Tipo de artigo Últimas notícias