Para Monisha Kaltenborn, Gutiérrez ainda mostrará seu valor

Dirigente da Sauber acredita em potencial de jovem mexicano e diz que piloto passa por tempo de adaptação à F-1

Gutiérrez não tem pontos em 2013

Campeão da GP3 em 2010, Esteban Gutiérrez chegou a F-1 cercado de dúvidas. Muitos diziam ter sido uma contratação precipitada por parte da equipe Sauber, visando apenas o lado comercial.

Por enquanto, o mexicano não conseguiu muito. Esteban tem um 13º na Austrália e um 12º na Malásia. Sem tanto brilho nas primeiras corridas quanto seu compatriota Pérez, após sua estreia em 2011, dúvidas começam a circular.

No entanto, para a chefe da equipe, a indiana Monisha Kaltenborn, Gutiérrez esta no nível do companheiro Hülkenberg e pontuar com frequência é questão de tempo. “Acho que ele está mostrando boa performance”, disse. “[Seus resultados] mostram o quão rápido ele se ajustou à F-1, porque é um mundo muito diferente ser um terceiro piloto, ou correr em um teste de pilotos jovens, a ser um piloto oficial.”

Monisha também falou sobre o fato de Gutiérrez e Pérez virem ao time apoiado por patrocinadores. “Em primeiro lugar olhamos sua performance, depois vemos o lado comercial. Haviam muitos outros pilotos quando assinamos com Sergio [Pérez]. Optamos por ele porque sentíamos que era muito talentoso. Não levou muito tempo e o mundo viu isso. Você tem de ver em muitos aspectos. Claro que as equipes botam mais ênfase nessas implicações comerciais do que no passado”, disse. “Para nós nacionalidade não importa muito. O que importa de verdade é se é um piloto rápido”, completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Esteban Gutierrez
Tipo de artigo Últimas notícias