Para Raikkonen, Lotus funciona melhor no calor do Bahrein

Finlandês acredita que o E20 consegue fazer os pneus funcionarem mais rapidamente sob altas temperaturas

Raikkonen fechou os treinos livres em 13º

Ele pode ter o apelido de homem de gelo, mas, ao menos a bordo do E20, Kimi Raikkonen prefere o calor do Bahrein ao clima mais frio da China. Como o finlandês afirmou ao TotalRace em Sakhir mesmo depois de terminar a sexta-feira apenas em 13º, o carro da Lotus demonstrou se comportar melhor nesta sexta-feira de treinos livres.

“Acho que preferimos [o calor]. Quando está frio, temos algumas dificuldades em fazer os pneus funcionarem. É claro que, com essas temperaturas, os pneus se degradam mais, mas prefiro isso  ao frio.”

Mesmo sofrendo com a degradação, Raikkonen não acredita que seja o único. “A degradação é maior do que nos outros lugares em que estivemos neste ano. Vai ser um pouco complicado mas é o mesmo para todos. Claro que o pneu macio é mais rápido em uma volta, mas para a corrida não sei, temos de estudar.”

O campeão de 2007 acredita que, mesmo que a pista tenha ficado por muito tempo parada, não houve grandes mudanças entre as sessões. Assim, apenas o vento deve influir no restante do final de semana.

“Achei a pista boa desde a primeira volta e não senti grandes mudanças durante o dia, então espero que continue assim. Contanto que o vento permaneça na mesma direção, a pista vai ficar parecida.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias