Para Raikkonen, ultrapassagem com DRS é "um pouco ridícula"

compartilhar
comentários
Para Raikkonen, ultrapassagem com DRS é
Por: Julianne Cerasoli
8 de fev de 2012 09:59

Finlandês critica sistema para aumentar número de manobras e diz que não há tanta diferença em andar com o tanque cheio

Kimi Raikkonen testa em Jerez pela Lotus

Os primeiros testes da pré-temporada servem para Kimi Raikkonen se readaptar à F-1 depois de dois anos afastado, como também são úteis para o finlandês se familiarizar com sistemas que não eram usados em 2009, sua última temporada na categoria.

Mas o campeão de 2007 já revelou que não é adepto do talvez mais famoso deles, a DRS. “A maneira como essas asas funcionam é um pouco ridícula para mim. A ultrapassagem não é mais uma grande arte”, afirmou ao Auto Motor und Sport.

Para Raikkonen, o dispositivo torna as manobras fáceis demais.

“Você só abaixa a asa e passa facilmente. O cara da frente não pode fazer nada. Mas concordo que, ao menos, torna o espetáculo melhor.”

Quanto a outra novidade para ele, o fim do reabastecimento, Raikkonen insiste que nada muda do ponto de vista do piloto, ainda que hoje os carros larguem com muito mais combustível.

“Não tem problema, o pit stop só é um pouco mais curto. Pilotar o carro mais pesado não é como o dia e a noite, ainda é o mesmo esporte. Só há alguns botões a mais para apertar no volante.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Di Resta espera levar Force India ao pódio em 2012

Previous article

Di Resta espera levar Force India ao pódio em 2012

Next article

Patrese critica política da Ferrari com pilotos italianos

Patrese critica política da Ferrari com pilotos italianos
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen Shop Now
Autor Julianne Cerasoli
Tipo de matéria Últimas notícias