Para Rosberg, Red Bull ainda é o ponto de referência para as outras equipes

Apesar de domínio avassalador da Mercedes até aqui, líder do campeonato se preocupa com adversário

Apesar de liderar o campeonato e ter um dos carros mais dominantes da história da F1, pelo menos neste início de ano, o alemão Nico Rosberg não quer saber de desprezar os adversários. Principalmente aquela que é a atual tetracampeã mundial de pilotos e construtores. Para Rosberg, a Red Bull ainda é o ponto de referência para todos os outros times.

“Muito recentemente, a Red Bull ainda era o ponto de referência e ainda é a referência como equipe”, disse o piloto da Mercedes à Sky Sports. “E eu não acho que isso muda rapidamente. Por isso, precisamos ter cuidado e continuar nossa evolução, para manter a nossa vantagem ou até mesmo estendê-la ", continuou.

[publicidade] Na opinião de Rosberg, o domínio atual de sua equipe não pode ser comparado ao exercido pela Red Bull nos últimos, já que, pelo fato de o regulamento ser novo, a margem de melhora ainda é muito grande.

"Quando os regulamentos são novos a curva de desenvolvimento só vai para cima no começo e, em seguida, ela se achata em algum ponto, uma vez que você realmente não consegue encontrar muito mais. Mas, no começo, as equipes estão aprendendo muito . É realmente importante continuarmos aprendendo também, porque as chances de as equipes atrás de nós nos alcançarem são muito maiores do que, por exemplo, se estivéssemos neste mesmo patamar no ano passado. O desenvolvimento ainda será enorme este ano”, concluiu.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias