Para sorte de Alonso, frente fria chega com chuva ao GP do Brasil

Previsão do Climatempo indica forte possibilidade de chuva nos três dias, com pista molhada sábado e domingo

Fernando Alonso treina na chuva em 2010

Fernando Alonso deve estar sorrindo de orelha a orelha. Segundo o instituto de meteorologia Climatempo, o final de semana do GP Brasil de Fórmula 1 deve ser marcado por chuva e muita instabilidade. Ouvido pelo TotalRace, o espanhol já havia dito que essa era uma das poucas possibilidades que a Ferrari tinha para bater a Red Bull na última prova da temporada.

Ao contrário do que disseram outros institutos que estudam o tempo, as chuvas podem começar já na tarde de sexta-feira, quando será disputada a segunda sessão de treinos livres (às 14h). Para a primeira sessão, que começa às 10h, a previsão é de sol e muito calor.

No sábado, uma nova frente fria chega à São Paulo, segundo o Climatempo, e a manhã será de sol entre nuvens pela manhã para o terceiro treino livre (11h). À tarde, há risco de chuva volumosa e rajadas de vento durante o treino classificatório, que começa às 14h.

Para o domingo, a previsão é de uma madrugada e manhã com muita chuva e também frio na região de Interlagos, com a corrida provavelmente sendo disputada com pista molhada. Quem for ao autódromo não pode esquecer da capa de chuva, portanto.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias