Para Vettel, pneus podem definir corrida a favor da Ferrari

Sebastian Vettel acredita que estratégia de pneus adotada pela Ferrari para o GP da China pode se mostrar uma vantagem em relação às escolhas do pole Nico Rosberg

O GP da China será mais um em que a estratégia de pneus será um fator decisivo para os rumos da prova, assim como, por exemplo, no GP da Austrália. Em Melbourne, Nico Rosberg se deu bem ao optar pelos pneus médios após o acidente envolvendo Fernando Alonso, o que foi fundamental para o alemão vencer a corrida.

Para o GP da China, Rosberg optou por largar com os pneus macios. Pelo regulamento, tal decisão deve ser tomada no Q2 - o pneu com o qual o piloto registra a melhor volta nesta parte da classificação é o que deve ser utilizado na largada. Já a Ferrari seguiu outro caminho: tanto Sebastian Vettel, que larga em quarto, quanto Kimi Räikkönen, o terceiro, largam com pneus supermacios.

Segundo Vettel, a estratégia adotada pela equipe italiana pode ser uma vantagem sobre a escolha de Rosberg. "É difícil prever algo, mas será interessante ver o quanto os supermacios podem fazer a diferença", disse.

"Tivemos corridas em que este tipo de estratégia funcionou, em outras não. Rosberg é, provavelmente, um dos poucos que poderia ter optado por isso no Q2. entretanto, creio que teremos uma corrida bastante forte, o desgaste dos pneus pode ser algo que vá trabalhar a nosso favor", afirmou.

"A segunda posição era algo possível"

Vettel, que optou por apenas uma volta lançada no Q3, reconheceu que a tentativa esteve longe de ser a melhor dele e ressaltou que a segunda posição no grid em Xangai era algo alcançável.

"Comecei minha volta de maneira equivocada, creio que exigi demais dos pneus no primeiro setor e, dali em diante, tentei apenas reduzir o prejuízo. Não foi minha melhor volta do final de semana, eu estava confiante de que a estratégia era a ideal, então não estou contente com a classificação. A primeira fila estava ali, a segunda posição era algo possível", disse.

O ferrarista crê que, na corrida, os carros de Ferrari devem superar a Red Bull de Daniel Ricciardo, o segundo no grid. "Eles tiveram um ótimo dia. Aqui, é importante encontrar o equilíbrio adequado, especialmente com o decorrer da sessão classificatória, e eles conseguiram. Não é algo que me surpreende, mas amanhã acho que devemos estar à frente deles novamente", completou.

Reportagem adicional por Adam Cooper

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pista Shanghai International Circuit
Pilotos Sebastian Vettel
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias