Para Williams, seria pessimismo dizer que Mercedes já ganhou o mundial

Engenheiro Rob Smedley cita principalmente a Red Bull como provável adversário dos alemães

Embora a Mercedes tenha dominado quase que completamente as primeiras cinco corrida do campeonato, o engenheiro Rob Smedley, da Williams, ainda não acredita que time alemão já conquistou os campeonatos de pilotos e de construtores. Para Smedley, seria muito pessimismo considerar que o campeonato já acabou.

“Seria muito pessimismo dizer que este ano já era”, respondeu o engenheiro, quando questionado pelo TotalRace. O ex-ferrarista aponta a Red Bull como forte candidata a chegar na Mercedes.

“Penso que, se você pegar o segundo carro mais rápido, a Red Bull, verá uma máquina incrível. Quando olhamos pela câmera onboard é muito impressionante. Provavelmente as atualizações da Renault no motor funcionaram rapidamente”, comentou o engenheiro, que vê justamente no motor a possibilidade para os maiores saltos.

“A tecnologia em volta das unidades de energia ainda resulta nos maiores ganhos a cada corrida. Certamente mais do que aerodinâmica, que não está gerando grandes ganhos este ano. Ainda mais em comparação com os outros anos. Mas não sei se será assim até o fim da temporada, ainda temos um longo caminho” avaliou.

[publicidade] Embora a Williams tenha o mesmo motor que o carro de Hamilton e Rosberg, o pacote em torno dos propulsores muda de carro para carro. Smedley reconhece que o time de Brackley foi mais feliz nessa área, mas descarta copiar os alemães. “A Mercedes tem um excelente pacote em torno da unidade de energia. Foram muito felizes. Se compararmos com a parte traseira da Williams, eles tem um pacote impressionante e produziram um carro realmente decente. E eles venceram cinco corridas, isso não deve ser ignorado, só que não sei se copiar a traseira seria a melhor solução para os outros carros”, concluiu o engenheiro.

Além de ter vencido cinco corridas até agora, a Mercedes conseguiu quatro dobradinhas, cinco poles e quatro voltas mais rápidas nas cinco provas disputadas em 2014.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias