Para Wolff, Williams deve ser ousada para substituir Massa

Chefe da Mercedes acredita que time britânico precise escolher estrela do futuro para desenvolver seu potencial

Com o impasse prevalecendo no segundo assento da Williams para a temporada de 2018, Toto Wolff acredita que o time britânico deva ser o mais ousado possível na escolha do substituto do brasileiro Felipe Massa.

O chefe da Mercedes defende que o time dê uma chance a uma estrela do futuro ao lado do canadense Lance Stroll.

"Se eu estivesse na Williams hoje, eu seria ousado e colocaria no carro um George Russell, um Lando Norris ou um (Charles) Leclerc", explicou Wolff à BBC.

"Um destes jovens talentosos e realmente brilhantes que ganharam campeonatos no passado, para desenvolver a próxima estrela da F1.”

"Mas, tendo em vista que há uma realidade financeira em que vivem, eles precisam encontrar o compromisso correto."

Enquanto isso, a dupla da Mercedes para 2019 permanece incerta, embora Wolff tenha comentado que espera que Lewis Hamilton fique, com as negociações de contratos já em andamento. A dúvida é Valtteri Bottas.

"Nós percebemos que a dinâmica positiva que tivemos entre Valtteri e Lewis em uma temporada difícil como a que tivemos em 2017 foi ótima", comentou Wolff.

"Eu gostaria que a dupla continuasse, e estamos empenhados com ambos para 2018, mas 2019 é um ano novo e muito emocionante. Há jovens pilotos que ganharam mais experiência e alguns muito bons, como Daniel Ricciardo, que estarão livres.”

"Queremos ver como o primeiro terço da temporada será, se nosso carro é bom o suficiente e forte o suficiente.”

"É nisso que estamos nos concentrando e depois analisaremos as decisões corretas com sorte."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias