Partindo da segunda fila, Sergio Pérez mira pódio em GP do Bahrein

compartilhar
comentários
Partindo da segunda fila, Sergio Pérez mira pódio em GP do Bahrein
Gabriel Lima
Por: Gabriel Lima , Editor Stock Car Brasil
5 de abr de 2014 15:27

“Tenho boas memórias desta pista, e de amanhã quero ter ainda melhores”, crava mexicano; 11º, Hülk decepciona

Sem problemas mecânicos, Sergio Pérez finalmente conseguiu um bom resultado em sua primeira temporada pela Force India. O mexicano marcou o quinto melhor tempo na classificação deste sábado o Bahrein, mas largará fechando a segunda fila depois da punição aplicada ao australiano Daniel Ricciardo.

"Foi definitivamente uma grande sessão de classificação. A equipe fez um trabalho fantástico e me deu um carro muito competitivo”, comemorou. “Depois dos problemas que tivemos nas duas primeiras corridas, sinto que esta foi a primeira oportunidade real para mostrar o potencial do carro.”

O mexicano se disse confiante de que poderia até mesmo melhorar seu tempo. “Acredito que poderia ter ficado ainda mais perto da frente, mas eu não consegui aquecer meus freios o suficiente antes de iniciar a minha última tentativa no Q3, e por isso eu não pude melhorar. Nós já estamos pensando em amanhã, e acho que a meta clara é tentar o pódio.”

“Estamos na melhor posição possível para lutar na frente, e vou tentar tirar tudo o que puder. Tenho algumas boas memórias desta pista, e de amanhã quero ter ainda melhores."

Para Nico Hülkenberg, a classificação não das melhores. O piloto, pela primeira vez neste ano, ficou no Q2 e larga amanhã em 11º pela punição de Ricciardo depois de ter anotado o 12º tempo.

"Minha volta no Q2 não foi a melhor. Eu cometi um erro na curva 11, espalhei e passei demais na zebra. Isso arruinou completamente minha volta”, lamentou.

“Eu perdi alguns décimos, e isso fez a diferença em entrar no Q3. Eu acredito que a chance de um bom resultado amanhã ainda está boa e me sinto otimista. Nós mostramos na sexta-feira que temos bom ritmo em stints longos e tenho dois jogos de pneus macios novos para a corrida.”

“As decisões de estratégia para amanhã serão importantes para me ajudar a seguir em frente. E, com as condições mais frias, deverá ser mais fácil para os pneus comparando com a Malásia."
Próxima Fórmula 1 matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Gabriel Lima
Tipo de matéria Últimas notícias