Perda da décima posição foi crucial para saída de Timo Glock

Próprio alemão tem noção que o futuro poderia ser diferente caso Vitaly Petrov não chegasse em 11º em Interlagos

O alemão Timo Glock disse que perder a décima posição no campeonato de construtores lhe fez perder sua vaga.

Até a corrida final da temporada, o GP do Brasil, a Marussia liderava a Caterham no Mundial de Construtores e era a décima colocada na tabela. Todavia, na etapa derradeira, Vitaly Petrov colocou a Caterham em 11º, batendo a marca de Glock em Cingapura, quando terminou em 12º, passando assim o time russo no campeonato.

"O time veio até mim e me descreveu a situação de maneira muito aberta. Percebi que a situação econômica no time naquele momento era difícil e que seria complicado dar um passo adiante. Pelo fato de perdermos a décima colocação, o grande salto não acontecerá e isso é o porquê de meu destino", disse Glock ao Speed-Academy.

Fora das dez primeiras colocações na temporada, a Marussia deixou de receber um prêmio em dinheiro. Todavia, Glock já achou onde correr em 2013. O alemão assinou com a BMW e será um dos pilotos da escuderia na temporada da DTM.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Timo Glock
Tipo de artigo Últimas notícias