Perez ataca Maldonado e pede pena dura: "Pode machucar alguém"

Mexicano abandonou prova após toque com venezuelano, que se defendeu ao TR: "Qualquer um pode dizer o que quiser"

Envolvido pela terceira vez em quatro corridas em um toque durante o final de semana, Pastor Maldonado se defendeu das críticas de Sergio Perez. O mexicano pediu uma punição mais dura por parte da FIA devido aos seguidos incidentes em que o venezuelano tem se envolvido.

O piloto da Williams, no entanto, afirmou ao TotalRace que o toque que o relegou ao fundo do pelotão e acabou com a corrida de Perez foi apenas um acidente de corrida. Maldonado foi punido com uma reprimenda e multa de 10 mil euros, pouco menos de 25 mil reais.

“Não acho que vai acontecer nada. Foi um acidente de corrida. Estava saindo dos pits, com os pneus ainda frios. Tentei defender minha posição e Perez buscou fechar a porta, mas estávamos muito juntos. Neste momento, perdi um pouco a traseira do carro e, infelizmente, nos tocamos.”

Perez, que já bateu com Maldonado durante o treino livre do GP de Mônaco, em manobra pela qual o venezuelano foi punido com a perda de 10 posições no grid, fez duras críticas ao adversário ao sair do carro.

“Pastor é um piloto que não respeita os outros. Isso é fato. Já estava na frente e, mesmo se não estivesse, ele deveria me dar espaço suficiente para não batermos, mas ele tentou me empurrar para o lado de fora. Não entendo a maneira como ele está pilotando”, afirmou à BBC. “Realmente espero que os comissários façam algo, porque nas últimas três ou quatro corridas ele saiu do padrão.”

“Não é a primeira vez que ele estraga um final de semana meu. Ele fez o mesmo [com Hamilton] em Valência e eles deram um drive through, o que não acho que seja suficiente. O cara nunca vai aprender se eles não fizerem nada, porque ele é muito perigoso e pode machucar alguém. Todos se preocupam com ele. Pastor parace não saber que estamos arriscando a vida e não tem respeito nenhum.”

Maldonado, por sua vez, não deu ouvidos às críticas de Perez. “Qualquer um pode dizer o que quiser. Somos livres para dizermos o que pensamos. Não estava lutando com ele, estava ali porque tinha feito minha parada e creio que éramos mais rápidos do que eles. Estava sem aderência, porque os pneus estavam frios e foi isso o que aconteceu. Não tinha porque me tocar, principalmente com ele.”

“Acho que foi azar. Escapou das minhas mãos e creio que de Perez também. O que posso dizer? Vamos falar com os comissários. Eu já falei várias vezes com ele e foi apenas uma etapa ruim do campeonato. Vamos trabalhar duro para que essa fase passe rápido. Essa parte do campeonato é para esquecer.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Pastor Maldonado , Sergio Perez
Tipo de artigo Últimas notícias