Perez: feliz por tirar estigma de piloto pagante

Em sua primeira temporada pela Sauber, mexicano destaca sucessos e dificuldades: "Foi bom provar que eles estavam errados"

Sergio Perez falando em entrevista

Um dos estreantes com maior destaque em 2011, Sergio Perez se disse feliz em ter conseguido provar que tem talento e tirar o estigma de piloto pagante.

O mexicano cumpriu sua primeira temporada pela Sauber apoiado por uma gigante das comunicações de seu país (Telmex), o que trouxe outros patrocinadores (Claro e Jose Cuervo), e conseguiu corresponder às expectativas com atuações consistentes e bons pontos.

"Tive muita pressão durante toda a minha carreira, mas você precisa subir um nível na Fórmula 1. No começo, todos diziam que era pagante e foi bom provar que eles estavam errados", comentou Perez, que obteve mais destaque até que seu companheiro, o prestigiado Kamui Kobayashi.

Contudo, o piloto destacou as dificuldades geradas pelo forte acidente sofrido nos treinos para o GP de Monaco, quando sofreu uma concussão e acabou afastado em duas corridas por orientação médica. Mesmo assim, ficou contente no geral.

"Estou feliz em termos de velocidade, mas não em resultados e pontos. Também por conta do acidente, que me tirou duas provas e acabei demorando mais algumas para ficar 100%. Mas, em termos de performance, acho que posso ficar feliz com minha temporada inteira", analisa.

"Fisicamente, tive de esperar. Não foi fácil, mas foi importante. Quando entrei no carro no Canadá eu entendi as dificuldades. Mentalmente, foi um choque também e foi importante todo o trabalho de preparação", completa.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias