Perez lamenta incidente da primeira curva

Mexicano acabou sendo atingido por Carlos Sainz Jr. ao desviar de enrosco entre Massa e Ricciardo logo após a largada

Na concepção de Sergio Perez o fim de semana parecia promissor, mesmo com resultados de treinos piores que seu colega de equipe, Nico Hulkenberg. O incidente logo após da largada acabou colocando fim nas pretensões do mexicano, que acabou tendo que contar com más atuações de seus concorrentes para poder avançar:

"Infelizmente minha corrida foi uma batalha difícil desde a primeira curva. Vi Massa indo devagar no centro da pista, tive que evitá-lo e aí tomei a batida (de Sainz). Tentamos recuperar e eu fiz tudo o que pude para voltar para a zona de pontos, mas não foi o suficiente."

"É uma pena que o nosso ritmo foi muito bom, mas sem Safety Car ou quaisquer outros incidentes, os pontos se tornaram inatingíveis."

Contrastando o sentimento de Perez esteve Nico Hulkenberg. A sensação do alemão era de dever cumprido, fazendo tudo aquilo que estava ao seu alcance.

"Foi um grande resultado hoje e realisticamente, o sexto lugar foi o máximo que podíamos alcançar quando lembramos que comecei da 13° posição."

Se Perez teve seu destino definido logo na largada, Nico acabou se dando melhor assim que as luzes vermelhas se apagaram:

"Fiz uma boa largada e passei por alguns carros que depois ficaram na parte de dentro da curva 1, o que acabou sendo uma boa decisão. Na curva dois eu estava em oitavo, perto das duas Lotus e na verdade, eles estavam me segurando durante bom tempo."

"A equipe me chamou cedo para os pits para miná-los e nós, em seguida, impomos nosso ritmo forte."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Sub-evento Domingo pós-corrida
Pista Suzuka
Pilotos Nico Hulkenberg , Sergio Perez
Tipo de artigo Últimas notícias