Perez no top-10, Lotus fora até do Q2; veja como foi o treino de classificação para os 'outros'

Mexicano comemorou a décima posição, enquanto Maldonado e Grosjean lamentaram os problemas da Lotus

Perez largará na décima colocação
Sergio Perez, Force India, 10º: “Podemos ficar felizes com esse resultado: a nona colocação seria possível, mas sinto que realmente maximizamos nosso potencial. Sinto que estamos em uma boa posição para ter uma corrida forte. Qualquer coisa pode acontecer nesta pista e estou confiante de que podemos conquistar bons pontos.” 
 
Jean-Eric Vergne, Toro Rosso, 12º: “Eu sei que fiz o melhor que eu pude e não consegui pilotar mais rápido. Tenho sofrido com o carro neste final de semana. Mesmo assim, estou animado para amanhã, vou dar tudo de mim.” 
 
Nico Hulkenberg, Force India, 13º: “Minha posição poderia ter sido melhor, mas minha última volta no Q2 não foi das melhores. O momento que escolhemos para sair não foi o melhor, porque todo mundo estava diminuindo as temperaturas dos pneus enquanto eu tentava aquecê-los. Se eu fizer uma boa largada e ganhar posições temos a possibilidade de marcar pontos.”
 
Adrian Sutil, Sauber, 14º: “Foi uma classificação sólida, sem problemas. O equilíbrio melhorou volta a volta, mas demorou um pouco para me sentir mais confiante. No final, fiquei satisfeito com minha volta, 15º é o máximo no momento.” 
 
Esteban Gutierrez, Sauber, 15º: “No geral, foi uma boa classificação, tentamos tirar o máximo do carro. Mais alguns décimos a menos seria possível considerando que cometi um pequeno erro na última volta.” 
 
Pastor Maldonado, Lotus, 16º: “Tem sido uma semana complicada para a equipe. Ao final do Q1, nós encontramos um problema hidráulico pequeno, o qual deverá ser corrigido para amanhã. Precisamos seguir pressionando para melhorarmos e termos finais de semana melhores pela frente. Esperamos melhorar nosso ritmo e recuperar alguns lugares”
 
Romain Grosjean, Lotus, 17º: “Foi um pouco complicado hoje. Tivemos um vazamento de óleo. Os mecânicos trabalharam na hora do almoço deles, mas não havia muito o que fazer. Quinze minutos antes da classificação, meu engenheiro veio me ver para dizer que não estava nada bom.”
 
Kamui Kobayashi, Caterham, 18º: “Estou muito feliz com o resultado da classificação. Creio que as melhorias que introduzimos em Spa funcionaram muito bem e isso é muito bom para a equipe. Não tive muito tempo no carro ontem, mas penso que tive um retorno muito bom. Trabalhamos duro durante a noite para o carro evoluir. Estamos confiantes para amanhã”
 
Jules Bianchi, Marussia, 19º: “Estou desapontado, tenho que dizer. Estamos muito próximos um do outro (Max Chilton) e também com os carros entre nós, mas tem uma Caterham à frente, quando nós deveríamos estar. Acho que estamos no limite dos termos que podemos fazer na classificação, mas acredito que estaremos ainda melhor na corrida”
 
Max Chilton, Marussia, 20º: “Hoje foi um pouco desafiador. Estava feliz pela velocidade do carro ontem, com o combustível completo., Mas depois do treino livre desta manhã, fizemos algumas mudanças e acredito que tenha sido a melhor decisão. Nosso time está em uma mistura de lugares com as Lotus e as Caterhams, acredito que será uma corrida muito equilibrada”
 
Daniil Kvyat, Toro Rosso, 21º: “Fiz tudo o que eu podia, considerando que o carro estava complicado de pilotar e era difícil acertar uma volta. É uma pena que não vou largar em, mas sim em 21º. É difícil dizer o que podemos fazer amanhã, porque largar no fundo do pelotão nunca é fácil.”
 
Marcus Ericsson, Caterham, 22º: “Tivemos um pequeno problema no motor antes de irmos à pista, então tivemos problemas com os pneus e acabamos prejudicados na classificação. Todos trabalharam bem durante a tarde, e lutamos para obter o máximo do carro. Precisamos olhar esta noite os dados para ver no que precisamos melhorar”
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias