Pérez: "Tivemos um ótimo ritmo de corrida"

Nono colocado em Monza, piloto da Force India acredita que poderia ter ido melhor

Sergio Pérez, que terminou o GP da Itália em nono, acredita que poderia ter chegado mais à frente, se não tivesse perdido tanto tempo nos pit-stops, embora tenha resgatado a velocidade da Force da India na corrida.

Depois de perder o Q3 no sábado e começar o domingo com a notícia da substituição da caixa de câmbio e a consequente penalidade, "Checo" Pérez começou a corrida de Monza em décimo e permaneceu sempre na zona de pontuação.

O mexicano começou com pneus macios, ao contrário dos ponteiros, para tentar atrasar a parada nos boxes e atacar no final com os supermacios, uma estratégia que não foi bem executada no momento exato, que o fez terminar em nono, embora muito perto de Esteban Ocon, o sexto, e dos dois Williams.

“Tivemos um ótimo ritmo de corrida, foi muito bom", disse Pérez em entrevista com a Fox Sports.

"Nós fomos capazes de fazer uma estratégia muito agressiva, de prolongar muito a permanência com o composto macio. A Partir daí a corrida parecia ir muito bem, mas depois paramos uma volta mais tarde e lá nós tínhamos (Sebastian) Vettel e as Sauber, perdemos dois segundos e também tivemos uma parada muito lenta", explicou.

"Acredito que sem isso, poderíamos ter terminado pelo menos em sétimo, no final tentamos tudo e mantivemos o ritmo forte que tivemos hoje. Nos prejudicaram muito os dois milésimos de ontem e mudou tudo no fim de semana".

O campeonato da Fórmula 1 continuará dentro de duas semanas em Cingapura e Pérez acredita que não há tempo para relaxar em um campeonato onde ele agora supera Ocon por apenas três pontos.

"Chegamos na temporada asiática. Temos que acelerar muito, a temporada está terminando e cada vez há menos corridas", concluiu.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pista Monza
Pilotos Sergio Perez
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags checo perez, f1 2017, gp de italia, noticias f1, sergio perez