Pessimista, Button crê que atualizações não serão suficientes

Inglês, que nunca subiu ao pódio em casa, vê McLaren atrás de cinco equipes em Silverstone. Pérez pensa alto

Depois de terminar o GP do Canadá dando graças por sair do carro, Jenson Button está pessimista para o GP de Silverstone. O piloto acredita que se equipamento continuará inferior a, pelo menos, cinco equipes na prova de domingo.

“Será um fim de semana difícil para a gente. O traçado ajuda um pouco e temos atualizações, mas acho que não será o suficiente. É provável que continuemos atrás da Force India e dos quatro times da frente”, disse, citando Red Bull, Ferrari, Mercedes e Lotus. “Temos problemas principalmente na parte aerodinâmica e isto não se resolve de uma hora para outra. Mas continuaremos focados em melhorar”, acrescentou o inglês que nunca subiu nem mesmo ao pódio correndo em casa.

“Já tive grandes momentos aqui, com a torcida. É sempre uma atmosfera fantástica, espero que a arquibancada esteja cheia, mas é uma pena que nunca tenha subido ao pódio. E desta vez também não temos condições de vencer, mas o importante é tentar fazer o melhor possível”, comentou.

Seu companheiro Sergio Pérez demonstrou um pouco mais de otimismo e falou em aproveitar a chuva, caso ela pareça nesta sexta-feira, para colher o máximo de informação possível. “Creio que neste final de semana devemos ter um desempenho melhor do que em Montreal, pelas características desta pista e por nossas atualizações, mas temos que ver como elas funcionam. Também é preciso ver como serão os treinos e, se chover, aproveitar bem, pois é sempre difícil tomar decisões nestas condições”, afirmou o mexicano, que pensa alto para a corrida. “Seria fantástico terminar entre os cinco primeiros”, disse.
 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Pilotos Jenson Button , Sergio Perez
Tipo de artigo Últimas notícias