Pessimista, chefe da McLaren crava: “não vamos vencer em 17”

Zak Brown não culpa Alonso por indecisão quanto a seu futuro, mas acredita que time está no caminho certo para voltar a triunfar

Substituindo Ron Dennis como chefe de Fórmula 1 da McLaren, Zak Brown foi sincero ao dizer que não acredita que a equipe de Woking tenha boas chances de vencer uma corrida em 2017. O time britânico não ganha desde o GP do Brasil de 2012, com Jenson Button.

"A McLaren não vai ganhar nenhuma corrida este ano. Acho que todos estão frustrados, como você pode imaginar. Mas estamos ansiosos para voltar a ganhar”, disse Brown ao jornal espanhol Marca.

“Eu não acho que os resultados destes dois últimos anos são algo que a equipe está acostumada. Na verdade, eles não gostam e querem mudar as coisas. "

Brown também falou sobre Fernando Alonso, que em 2017 entra em seu último ano de contrato com a McLaren. Muitos são os boatos que o espanhol pode deixar a equipe no fim do ano caso o time não tenha um bom carro.

"Alonso está definitivamente comprometido com o projeto, mas seu contrato está acabando e ele está em alta demanda como você pode imaginar”, falou.

“É claro que gostaríamos de mantê-lo. É um dos maiores pilotos na pista, se não for o melhor. Mas nós só vamos ver como as coisas vão e dar início a essas conversas depois de algumas corridas neste ano."

"Se eu fosse ele, gostaria de ver nossa performance antes de começar a tomar decisões. Você não pode culpá-lo por isso, mas acho que estamos todos esperando para ver e isso vai para os dois lados."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias