Peter Sauber se diz feliz com chegada da Alfa Romeo

Fundador da equipe, suíço de 74 anos admite que foi difícil ver time sofrendo nos últimos anos, mas revela não assistir F1 com frequência

Aposentado, o ex-chefe e fundador da Sauber, Peter Sauber, disse que vê com bons olhos a chegada da Alfa Romeo à sua equipe na Fórmula 1. Aos 74 anos, ele disse também que nos últimos anos foi difícil ver sua equipe andando mal na F1.

"Doeu", admitiu ele ao Neuer Zurcher Zeitung. "Nós deveríamos pelo menos estar no meio do grid, e acho que isso também é possível".

Ao mesmo tempo, Sauber disse que não assiste a todas as corridas na televisão e está feliz por não estar mais envolvido: "Era importante para mim fugir e também não foi tão difícil, porque os dois anos antes disso foram muito exigentes ", disse ele.

"Sobreviver como uma equipe suíça por 25 anos na Fórmula 1 é na verdade uma missão impossível.  

"Hoje, a Sauber é a quarta equipe mais antiga depois de Ferrari, Williams e McLaren."

Mesmo com a chegada da Alfa Romeo, Peter acredita que o nome Sauber vai durar agora, embora na Itália muitas pessoas já falem da equipe suíça como 'Alfa Romeo': "Eu não acredito nisso".

"Talvez isso aconteça na Itália, o que é bom porque Alfa Romeo é um nome que desperta paixão. Mas não vejo o nome Sauber saindo.”

“Vejo a adição de Alfa Romeo como uma clara apreciação. Para o time, é um golpe de sorte orquestrado por Sergio Marchionne. Ele tem uma reputação muito bem-sucedida na indústria automotiva", acrescentou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias