Pilotos da Mercedes confiam em pacote especial para Monza

Rosberg e Hamilton se dizem prontos para andar junto da Red Bull, mas acreditam que só saberão potencial real amanhã

Aquém do ritmo da Red Bull em Spa-Francorchamps, a Mercedes espera melhorar seu ritmo em Monza neste fim de semana. Hamilton e Rosberg acreditam que o carro, com um novo pacote aerodinâmico desenvolvido especialmente para o GP da Itália, possa chegar mais perto da Red Bull na pista.

“Spa não foi muito como nós queríamos, mas para Monza temos um pacote especial desenvolvido apenas para esta corrida e isso pode nos ajudar um pouco”, assegurou Rosberg ao TotalRace.

“Estou otimista, há a possibilidade de irmos melhor do que recentemente em Spa, até porque identificamos algumas falhas lá e podemos fazer melhor aqui. Isso não será o suficiente para nos aproximar muito da Red Bull, mas vamos melhorar. Estou muito confiante.”

Problema no início da temporada, Rosberg diz que não acredita que os pneus atrapalhem a Mercedes em Monza. “Definitivamente fizemos progresso com os pneus. Mas os pneus também são bem diferentes agora e não estamos mais lutando com a degradação, o que é muito bom. E isso é bom de ver, porque era uma das nossas fraquezas.”

Hamilton exaltou suas possibilidades de vitória com a Mercedes e acredita no potencial do W04. “É bom vir para uma corrida sabendo que temos um pacote forte. Estou muito otimista para o fim de semana. As asas com downforce baixo parecem boas”, disse.

“Estou pronto para tentar outra pole, mas acho que a Red Bull está muito rápida. Também acho que a Ferrari vai estar rápida neste fim de semana, então não dá para sabermos. Pode ser que amanhã não sejamos rápidos, precisamos esperar.”

Grande problema desde que chegou à Mercedes, o inglês espera conseguir se adaptar bem aos freios da Mercedes em Monza. “Acho que minha maior preocupação para amanhã são os freios. Acho que este vai ser meu maior foco. Estabilizar os freios nas frenagens. Precisamos ganhar confiança nos freios e precisamos disso. Este carro é diferente da McLaren, se comporta diferente. Meu problema com este carro é no freio, é algo que estamos trabalhando.”

“Se fizesse aquela manobra de 2007 no Kimi Räikkönen [na primeira chicane], muito provavelmente passaria reto”, reconheceu.

Por fim, Lewis disse que não foi surpreendido pela escolha da Red Bull por Ricciardo. “Fez sentido, não foi surpreendente ouvir isso. A partir do momento que eles têm uma equipe para jovens pilotos, faz sentido que os promovam para a equipe principal.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pilotos Lewis Hamilton , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias