Pilotos japoneses respondem oferta de emprego da Mercedes

32,276 visualizações

Taki Inoue e Kamui Kobayashi mandaram seus currículos para equipe, que busca substituto para Nico Rosberg

A Mercedes anunciou a vaga de piloto de corridas na revista Autosport nesta quarta-feira. Com o mesmo bom humor da equipe, alguns pilotos não se furtaram a responder à peça.

O primeiro foi Taki Inoue, de 53 anos, que utilizando o Twitter, enviou seu currículo para Mercedes.

Na sua proposta, Inoue destaca sua experiência na Fórmula 1 na Simtek-Ford em 1994 e a temporada completa no ano seguinte pela Footwork-Hart, quando seu melhor resultado foi um oitavo lugar em Monza. Em seguida, ele indica que ele não podia mais continuar em 1996 por falta de dinheiro.

Além disso, o piloto japonês recorda que em sua passagem pela F1 ele não ganhou corridas, não conquistou poles não somou pontos, não fez voltas mais rápidas, mas salienta que foi atingido duas vezes pelo Safety Car, um "recorde absoluto na história da Fórmula 1", escreveu.

 

Após a brincadeira de Inoue, seu compatriota, Kamui Kobayashi, que esteve na F1 entre 2009 e 2014 e que compete pela Toyota no WEC, também retornou ao anúncio.

Kobayashi relembra suas participações na Toyota, Sauber e Caterham e também enumera os aspectos que acha que podem ser úteis na Mercedes:

- Grande motivação, com um forte desejo de sucesso;

- Habilidades demonstradas na pista, incluindo frenagem e aceleração;

- Boa capacidade de ajustar o carro;

- Gostar de eventos da imprensa;

- Ainda jovem;

- Ainda rápido;

- Sempre pronto para ouvir, respeitar e seguir as ordens da equipe.

 

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias