Pilotos não gostam de mudança na área de escape da Parabolica

"Circuito ficou mais sem graça", acredita Bottas; porém, todos reconhecem importância da segurança

O circuito de Monza sofreu uma alteração polêmica para este ano, com o asfaltamento de parte da área de escape de sua curva mais desafiadora, a Parabolica. Os pilotos admitem que não gostaram da novidade, mas reconhecem que esta era uma das curvas mais perigosas do calendário.

[publicidade] “Acho que a segurança é uma questão muito importante mas eu sou da velha guarda e gosto dos circuitos antigos, aqueles dos anos 90 em que não havia áreas de escape asfaltadas”, afirmou Lewis Hamilton. “Se bem que é verdade que, se tiver algum incidente, o asfalto é melhor, então não dá para ganhar dos dois lados.”

Kevin Magnussen, da McLaren, concorda com o inglês. “Você pode sair da pista e volta e geralmente não sou muito fã disso. Não estou dizendo que deveríamos comprometer a segurança mas, na minha opinião, não acho que a pista fica menos segura se tivesse caixa de brita ali.”

Já Valtteri Bottas, da Williams, defende que a área de escape com grama e caixa de brita não era particularmente complicada e lamenta a decisão de asfaltar o trecho.

“Acho que ano passado era um pouco mais desafiador porque na saída sempre estávamos escapando, colocando duas rodas na linha branca e sabíamos que, se saíssemos por um pouco mais, o carro escaparia. Mas era só manter duas rodas na pista e tudo bem. Ainda é uma boa pista, só ficou com uma curva menos emocionante.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias