Pirelli divulga escolha agressiva para os primeiros 4 GPs

Mesmo com compostos mais macios para 2013, fornecedora levará supermacios e médios para o GP da Austrália

A Pirelli cumpriu sua promessa de, além de tornar todos seus compostos mais macios, adotar escolhas mais ousadas para cada corrida. A fornecedora anunciou que a temporada 2013 começará com os compostos supermacio e médio no GP da Austrália, dia 17 de março.

Para se ter uma ideia, quando fez sua reestreia na F-1, em 2011, a Pirelli optou pelo duro e o macio para a prova de Melbourne. No ano seguinte, escolheu o médio e o macio. A decisão de utilizar o mais mole dos compostos junto do médio visa aumentar o leque estratégico devido à grande diferença entre eles.

Na Malásia, devido às “altas temperaturas e asfalto abrasivo”, a opção será mais conservadora, pelos médios e duros, assim como no ano passado.

A Pirelli também optou pelos mesmos compostos macios e médios de 2012 para o GP da China, no qual as equipes enfrentaram problemas ano passado devido à queda inesperada das temperaturas.

Já para o GP do Bahrein, novamente haverá uma grande diferença entre os pneus, com a utilização do duro, que substitui o médio do ano passado, e o macio. Isso para “aproveitar o máximo de velocidade na classificação, combinado com a durabilidade necessária para a corrida, novamente realizada sob altas temperaturas.”

De acordo com as regras, cada carro pode usar seis jogos do pneu mais duro disponível, chamado de prime, e cinco jogos do mais macio (option) em um final de semana com pista seca.

Compostos dos primeiros 4 GPs:

Austrália - Supermacio e Médio

Malásia - Médio e Duro

China - Macio e Médio

Bahrein - Macio e Duro

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias