Pirelli e FIA definem "procedimentos claros" para pneus

Objetivo é evitar desentendimentos quanto às recomendações para uso dos compostos, como aconteceu com carros da Mercedes em Monza

Os pneus continuam sendo assunto na F1 - e não é de maneira positiva. Tudo começou em Spa-Francorchamps, Nico Rosberg e Sebastian Vettel foram vítimas de estouros em pontos de alta velocidade e não ficaram nada satisfeitos com isso.

Em Monza, a controvérsia girou em torno de os dois carros da Mercedes terem colocado uma pressão menor do que a indicada pela Pirelli nos primeiros jogos de pneus utilizados no GP da Itália. Após análise dos comissários, no entanto, considerou-se que a equipe alemã operou dentro das regras e Lewis Hamilton manteve a vitória conquistada na pista.

 

Após a polêmica, representantes do time germânico disseram que regras mais claras quanto ao uso correto dos pneus seriam bem-vindas. A FIA então, logo veio a público para ressaltar que realizaria uma reunião com a Pirelli para que a questão fosse solucionada.

Segundo Paul Hembery, diretor esportivo da fabricante de pneus, esses encontros acontecerão nesta semana. "Nos próximos dias, definiremos junto à FIA procedimentos claros para que as equipes sigam corretamente as regras de uso dos pneus", disse o dirigente.

"Fornecer aos times informações precisas é importante para evitar qualquer tipo de desentendimento, como o que aconteceu com a Mercedes em Monza", completou.

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags pirelli