Pirelli e Michelin passam de fase e lutam agora por acordo comercial na F1

Ambas as marcas satisfizeram os requisitos técnicos e de segurança. Próximo passo é convencer Bernie Ecclestone que são as melhores comercialmente

A luta para se tornar a principal fornecedora de pneus da Fórmula 1 a partir de 2017 continua e ganha nova fase. Pirelli e Michelin já demonstraram que têm material suficientemente bons tanto na parte técnica, quanto na de segurança.

A partir de agora o processo entra em sua etapa mais crítica: convencer Bernie Ecclestone que uma delas é a melhor, comercialmente falando.

Assim que uma das marcas tiver a preferência do chefão da Fórmula 1, ele irá levar ao Conselho Mundial da FIA, para o endossamento da entidade, além de estipular os termos em que o novo (ou "velho") fornecedor terá que se submeter, além de normas esportivas.

Só após todos esses segmentos é que Ecclestone poderá bater o martelo e assim anunciar o grande vencedor.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags michelin, pirelli