Pirelli espera corrida estratégica na estreia dos novos pneus

Como o circuito de Hungaroring é de difícil ultrapassagem, trabalho nos boxes e classificação serão fundamentais

O diretor de automobilismo da Pirelli, Paul Hembery, aposta em um final de semana altamente influenciado pela estratégia no próximo GP , na Hungria. Isso porque o circuito de Budapeste não é dos que proporciona maiores chances de ultrapassagem.

A décima etapa do mundial marca a estreia dos novos pneus Pirelli, com a construção de 2012 e os compostos atuais. Para esta primeira prova, serão usados os compostos macio e médio.

“Depois de poderem adaptar seus acertos ao novo pneu nos testes de Silverstone, agora eles vão usá-los para a competição pela primeira vez, com a classificação sendo particularmente importante. Ultrapassar nesse circuito nunca é fácil, então as equipes vão tentar usar a estratégia para maximizar suas oportunidades.”

Ao contrário de etapas anteriores, Hembery não espera um grande desgaste de pneus e salienta que a decisão de estratégia levará mais em conta a queda de performance do pneu do que seu desgaste em si.

“A temperatura na Hungria pode subir bastante, e este é um fator que vai influenciar os níveis de desgaste. A tração e as freadas são dois pontos críticos para a performance de pneus e os acertos deverão enfatizar estas áreas. Como as forças colocadas no pneu são baixas, é a performance que vai ser o fator limitante para a estratégia e o desenho do novo pneu deve ajudar os times a se manter com alta performance por mais tempo.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Tipo de artigo Últimas notícias