Pirelli espera definição sobre renovação até final do ano

Diretor esportivo da marca comemora maior visibilidade, mas salienta que valor do novo contrato será importante

Com seu atual contrato terminando ao final da temporada 2013, a Pirelli quer indicativos até o final deste ano de que continuará como fornecedora de pneus da F-1. De acordo com o diretor esportivo da marca, Paul Hembery, é possível que não haja uma definição mesmo em junho de 2013.

“Precisamos de uma decisão do esporte até junho do ano que vem, esse é o limite, ainda que seria muito tarde e, na verdade, acho que precisamos de algum indicativo no final deste ano”, afirmou à ESPN. “Se o esporte quiser que continuemos, e se as condições gerais continuarem competitivas, isso segue sendo atrativo para a Pirelli. Vemos um grande benefício em um esporte que é genuinamente global – na verdade é difícil pensar em outro que seja assim ano após ano.”

Hembery destacou que este um ano e meio da Pirelli na F-1 melhorou os negócios da empresa em países nos quais não era tão presente.

“Estamos crescendo em regiões como a Ásia e em países como a Rússia e os Estados Unidos. Parece haver um esforço considerável dos organizadores e promotores em finalmente colocar os EUA de volta no mapa. São todas áreas em que queremos ser vistos presentes enquanto negócio, então isso se encaixa em nossos planos.”

O inglês salientou, no entanto, que toda essa felicidade dos italianos com a categoria poderia mudar caso o novo contrato gerasse um custo muito maior em relação ao atual.

“Os acionistas estão muito felizes no momento, mas claro que as coisas podem mudar, assim como regras e gastos e então teríamos que rever nossa posição. Quando o esporte quiser que continuemos e disser que está feliz com o que estamos fazendo, vamos olhar como chegaremos a um acordo e se isso faz sentido, se o retorno é compatível com o investimento.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias