Pirelli espera desafio diferente em pista de Xangai

Fabricante leva para China os mesmos compostos da Austrália, mas espera um comportamento diferente dos pneus

Membro da Ferrari organiza pneus

A Pirelli levará para o GP da China de Fórmula 1 os mesmos compostos escolhidos para a etapa de abertura, na Austrália_médios e macios. Mas as expectativas são diferentes.

De acordo com o diretor esportivo da marca, Paul Hembery, a menor abrasividade e as temperaturas mais amenas de Xangai contrastam com o desenho radical do circuito, que acaba exigindo bastante dos pneus.
 
Segundo o dirigente, os pneus tiveram um papel essencial na corrida de 2011 e a expectativa é de que aconteça o mesmo nesta edição.
 
"A China se mostrou ser uma das corridas mais fascinantes em nosso primeiro ano, com a estrategia de pneus sendo o coração da corrida, então temos um desafio pela frente", analisa.
 
"Contudo, a filosofia que adotamos neste ano há uma extensão janela de performance nos pneus slicks, o que significa uma corrida mais dura e próxima entre os pilotos", continua Hembery.
 
"Apesar da temperatura ambiente ser menor que na Austrália, a degradação dos pneus é alta por conta do layout da pista. Apesar da configuração igual, nossos pneus terão um desafio diferente", completa.
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias