Pirelli espera novas regras tendo grande impacto nos pneus

Chefe da fábrica de pneus, Paul Hembery acredita que maior pressão aerodinâmica proposta para 2017 tenha efeito sobre compostos

Para a Pirelli, os novos regulamentos da Fórmula 1 serão difíceis para os pneus. Com mais pressão aerodinâmica nos carros e motores de 1000 cv em 2017, a companhia espera que os pilotos tenham de se preocupar mais com seu desempenho.

Chefe da Pirelli, Paul Hembery confirmou a visão da fábrica italiana.

"É claro que isso tem um grande impacto, porque a carga para os pneus suportarem e a durabilidade deles é baseada nisso", disse Hembery ao site F1i.

"Então os stints mais longos que nós tivemos no final de 2015 vão ser substituídos por mais uma parada porque as cargas que os pneus terão durante uma corrida serão muito mais elevadas do que nas temporadas anteriores."

Hembery ainda diz que a Pirelli ainda espera ser capaz de limitar a vida útil dos pneus em termos de desempenho, a fim de aumentar o número de pit stops em 2016.

"Estamos tentando recriar um limite. O conceito é tentar criar um limite que possa girar em torno de 15 a 18 voltas e nos leve de volta às duas ou três paradas que não temos visto com tanta frequência."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias