Pirelli fala em deixar F1 se plano de testes não for aprovado

Com pouco tempo para se adaptar às regras de 2017, empresa espera uma resposta positiva nesta segunda-feira para a proposta enviada à Comissão da F1

A Pirelli alertou que se o plano para um programa de testes em 2017 não for ratificado até o final desta segunda-feira, então ela seria forçada a sair da Fórmula 1 porque não haveria tempo suficiente para preparar os novos pneus.

A Comissão da F1 tem até esta tarde para fazer as alterações propostas para permitir à Pirelli realizar 25 dias de desenvolvimento do novo pneu mais largo para 2017.

O movimento acontece depois de frenéticas semanas de diálogo entre a Pirelli, a FIA e as equipes para definir os planos de teste, em meio a preocupações de que a Pirelli esteja próxima de um ponto em que não terá tempo suficiente para deixar os pneus mais largos prontos para o próximo ano.

O Motorsport.com apurou que a Pirelli escreveu à FIA no início deste mês para deixar claro que, se o programa de testes de 2017 não fosse resolvido imediatamente, então ela não teria outra escolha a não ser de retirar a sua aplicação ao contrato de 2017/2019 com a F1.

Esse movimento, e o reconhecimento da gravidade em que a situação se encontra, fez com que o diretor de provas da F1, Charlie Whiting, visitasse recentemente altos representantes da empresa em Milão para uma reunião com a tentativa de acelerar o processo.

Após uma reunião subsequente com equipes na China na última semana, foi alcançado um acordo para um plano de cinco times participarem de um programa que seria executado a partir de julho, durante um período de 25 dias de carros na pista

A aprovação final necessária

A alteração das regras para permitir o teste agora chegou à Comissão da F1 para aprovação, tendo segunda-feira como prazo final para ser analisada.

E se não receber o apoio necessário, o diretor da Pirelli, Paul Hembery, deixou claro que a sua empresa vai ser forçada a se afastar.

"Quando eu pousar (da viagem da China, após o prazo de segunda-feira), se eu não tiver um e-mail confirmando que foi aprovado, ou qualquer outra coisa positiva, então você vai estar me ligando para uma história diferente", disse ao Motosport.com.

"É isso. Nós não podemos fazer o nosso trabalho sem isso. Nós não podemos entregar. Nós estamos sendo solicitados a fazer mudanças muito significativas, alterando a dirigibilidade dos pneus".

"Além disso, o desafio térmico que nos foi dado desde o início agora está mudando, então agora temos que entregar os pneus que terão menos degradação e menos desgaste.

"E eles terão que ser pneus em que os pilotos terão uma janela mais ampla de oportunidades para forçar. Por isso, é uma grande mudança, e grandes implementações de performance. Então o tempo está se esgotando. Estamos em meados de abril".

Lições Michelin

Hembery confirmou que a gerência da Pirelli tinha ficado agitada com o fracasso para finalizar os planos do teste anterior - e os problemas que a Michelin têm enfrentado na MotoGP neste ano em seu retorno só aumentavam a urgência de fazer as coisas de forma ordenada.

"Você vê em outras categorias que pessoas entraram no esporte e tiveram grandes problemas, e estamos neste esporte", disse ele.

"Há grandes mudanças acontecendo. Nós estamos sendo solicitados para fazer grandes mudanças, os pilotos estão pedindo mudanças - e ainda estamos ficando sem as ferramentas para fazer isso. As pessoas podem argumentar que não precisamos testar, mas nós precisamos".

"A solução que temos é uma boa, mas o tempo necessário para chegar lá foi muito longo."

Fim da linha

Hembery há muito tempo insistiu que um plano de 2017 tinha que ser finalizado até o final de abril, mas está claro que as questões agora precisam ser definidas na aprovação sobre a regra nesta segunda-feira.

Quando questionado especificamente o que vai acontecer se alguém bloquear o plano na segunda-feira, ele disse: "Como eu disse ... você estará me ligando para uma história diferente. Alguém pode ter esse desafio, então. Há uma abundância de outras coisas para fazer na vida. "

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags pirelli