Pirelli indica que terá pneus mais agressivos em 2015

Diretor explica que 2014 era "o ano da unidade de potência", mas admite que "adoraria" alterar os compostos

Há um ano, a Pirelli era duramente criticada após Fernando Alonso precisar de quatro paradas para vencer o GP da Espanha. Para 2014, a fornecedora fez pneus mais resistentes e viu Lewis Hamilton ganhar o mesmo GP com duas trocas de pneu. Porém, para a próxima temporada, a empresa italiana promete um cenário diferente.

“Demos um passo para trás”, reconhece o diretor esportivo, Paul Hembery. “Fomos muito agressivos em temporadas anteriores, não apenas para criar um desafio estratégico grande, mas também do ponto de vista de engenharia. Isso funcionou para alguns – talvez nem tanto para outros. Neste ano, devido à quantidade de coisas desconhecidas, precisávamos dar um passo para trás.”

Hembery se refere às extensas mudanças no regulamento mas admite que, em 2015, não será necessário ter tanta parcimônia. “Adoraríamos fazer mudanças nos pneus, mas vamos esperar até a próxima temporada”, adiantou.

“Esse deveria ser o ano da unidade de potência. As montadoras fizeram um grande investimento em tecnologias muito interessantes e relevantes e é correto que o foco esteja totalmente nisso neste ano.” 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias