Pirelli pode testar pneus de 2017 com motores V8

compartilhar
comentários
Pirelli pode testar pneus de 2017 com motores V8
Jonathan Noble
Por: Jonathan Noble
26 de fev de 2016 18:00

Fornecedora procura opções para testes que servirão para adequar os pneus às regras de 2017

pneus Pirelli on show
Pirelli technicians
Pirelli tyres
Renault Sport F1 Team mechanic with Pirelli tyres

Fornecedora de pneus da Fórmula 1, a Pirelli está pronta para utilizar um motor V8 para testar seus variados pneus de 2017 ainda neste ano, mesmo que ainda não saiba o chassi que pode usar.

Um acordo foi alcançado para a Pirelli ter direito a dois testes de seis dias ao longo deste ano, o que lhe permitirá produzir pneus com a nova especificação para a próxima temporada, quando a F1 estará apta a entregar carros mais rápidos.

Mas as equipes ainda não foram capazes de chegar a um acordo sobre como este teste deve ser realizado, porque as regras atuais proíbem o uso de carros recentes que seriam potencialmente apropriados para o trabalho de desenvolvimento.

No entanto, entende-se que a ideia de ter um carro movido a V8 tem a aprovação, ainda que o problema agora seja tentar garantir um chassi que produzirá os níveis de downforce que são esperados para 2017.

Quando questionado pelo Motorsport.com sobre qual progresso foi feito para encontrar um carro ideal, o gerente de corridas de F1 da Pirelli, Mario Isola, disse: "esta é uma discussão que está atualmente em curso, por isso espero que em breve. Porque não é fácil preparar um pneu em um curto prazo".

Degradação térmica

A Pirelli se reuniu com pilotos de F1 e as equipes no início deste ano para entender melhor que tipo de pneus eles gostariam de ver produzido.

Por trás dessas discussões, algumas ideias foram esboçadas para a Pirelli trabalhar em 2017.

"Tivemos muitas reuniões, estamos felizes em desenvolver e produzir os pneus que os pilotos e equipes querem, por isso vamos seguir esta direção", disse Isola.

"Como sempre dizemos, queremos produzir os pneus que eles querem - por isso, se eles querem produzir um pneu que é mais consistente, vamos concentrar nosso desenvolvimento nisso. Menos degradação? Ou menos superaquecimento (degradação térmica)?"

"Havia um monte de conversa sobre superaquecimento. Então, tudo bem, vamos trabalhar para reduzir o superaquecimento. Assim que fixar a meta, vamos trabalhar nesse sentido."

Próxima Fórmula 1 matéria
Após problemas em teste, McLaren agradece dias de filmagem

Previous article

Após problemas em teste, McLaren agradece dias de filmagem

Next article

Com F1 na mira, Visser pede caminho natural para mulheres

Com F1 na mira, Visser pede caminho natural para mulheres
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Jonathan Noble
Tipo de matéria Últimas notícias