Pirelli teme que nova F1 transforme corridas em procissões

33,699 visualizações

Fabricante italiana teme que mudanças no regulamento tornem corridas ainda mais monótonas caso diferença de performance entre os carros seja muito grande

Além das novidades nos carros devido às novas regras, a Fórmula 1 terá novos pneus para a temporada 2017.

Não só em termos de dimensões, já que os compostos serão mais largos tanto na dianteira como na traseira, mas em termos de construção, já que a borracha da Pirelli deve durar mais - a pedido dos pilotos, a fabricante italiana fez tal modificação.

Apesar de as modificações permitirem aos pilotos acelerar mais, já que o desgaste será menor, há uma certa preocupação de que as mudanças aerodinâmicas reduzam as chances de ultrapassagens.

Para o diretor esportivo da Pirelli, Paul Hembery, o espetáculo pode sofrer em 2017 e ele teme que os esforços feitos pela fabricante italiana não sejam capazes de melhorar a situação.

Questionado sobre a possibilidade de o novo regulamento aerodinâmico contribuir para uma temporada mais emocionante, Hembery respondeu: "Creio que os pilotos vão se divertir, o nível de performance será mais alto. Isso dará a eles um desafio físico que eles não sentiam há tempos", disse o dirigente ao Motorsport.com.

"Mas o real impacto nas ultrapassagens dependerá do desempenho dos carros. Se eles estiverem próximos em termos de performance, há chances. Caso contrário, as corridas serão procissões", completou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias