Pneu hipermacio é confirmado para GP do Canadá

A Pirelli anunciou que seu novo pneu hipermacio estará presente no GP do Canadá, primeira prova em que o composto mais mole da F1 foi oficialmente confirmado.

É provável, no entanto, que ele também marque presença no GP de Mônaco, duas semanas antes, pois a escolha dos compostos das corridas europeias pode ser feita mais tarde do que as provas em outros continentes.

O supermacio e o ultramacio também serão usados em Montreal, enquanto que a Pirelli escolheu o médio, macio e supermacio para o GP da Espanha.

A FIA permitiu que a Pirelli tivesse um tempo extra para decidir os compostos da corrida em Montreal, permitindo que os dados dos testes da semana passada sejam levados em conta para a escolha.

“[A escolha dos pneus do] Canadá era no dia 22 de fevereiro, mas falamos com a FIA e as equipes para adiar o prazo para 8 de março, junto de Barcelona [GP da Espanha], para poder coletar mais dados deste teste. Com nossa logística, é possível produzir e transportar os pneus em tempo”, disse Mario Isola, chefe da Pirelli na F1.

Os pneus hipermacios estão marcando presença nos testes de Barcelona, de modo que as equipes podem aprender ainda mais sobre o composto.

“O hipermacio aguenta muito mais do que esperávamos”, disse o diretor técnico da Renault, Nick Chester.

“Pensamos que pudesse ser um pneu que durava uma volta, mas Nico [Hulkenberg] teve três boas voltas forçando, com voltas de resfriamento no meio, e conseguiu ser mais rápido na última.”

“Para Carlos [Sainz] não foi a mesma coisa: sua melhor volta foi na segunda. No geral, está durando OK. Ele fica um pouco granulado na última volta, mas, para uma pista de grande energia como aqui, está durando bem.”

 SuperduroDuroMédioMacioSupermacioUltramacioHipermacio
 Melbourne        
 Sakhir        
 Xangai        
 Baku        
 Barcelona        
 Montreal        
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias