"Podíamos estar em terceiro no campeonato", acredita Massa

Brasileiro espera que a Williams resolva falhas das primeiras etapas e conta que novas peças funcionem bem

A classificação do mundial de equipes mostra a Williams na sexta colocação, como a última entre as equipes que utilizam o motor mais forte deste início de temporada, o Mercedes. Porém, para Felipe Massa, o carro teria potencial para ocupar a posição que é hoje da Force India, o terceiro lugar. Para isso, o brasileiro acredita que faltam detalhes na execução das provas.

“Acho que faltaram algumas coisas para nós, a Force India teve um início de ano mais consistente”, admitiu Massa, ouvido pelo TotalRace em Barcelona. “Não é porque eles estão na frente que têm um carro mais rápido do que o nosso. Tínhamos uma grande chance de estarmos em terceiro no campeonato hoje se não tivessem acontecido os problemas que eu tive (abandonando na Austrália, com o Safety Car no Bahrein e o pit stop na última corrida). Temos de ser mais consistentes.”

Contudo, Massa reconhece que este final de semana, no GP da Espanha, circuito em que o downforce conta muito, pode ser difícil para a Williams.

“Não é uma pista tão fácil para nós, mas estamos trabalhando para evoluir o carro. Na última corrida, tivemos peças novas que foram importantes e, para esta, temos mais novidades. Claro que os outros também melhoram, mas o importante é que o que a gente testar, funcione.”

Nesta etapa, o time vai experimentar novamente a asa traseira que não funcionou na China e na Austrália, além de trazer outras novidades. “Não estou preocupado porque tudo o que trouxemos até aqui usamos no carro. Só essa asa traseira que é outra história”, garantiu.

Perguntado sobre a falha no pit stop que lhe tirou da briga por pontos no GP da China (os mecânicos tentaram colocar as rodas de maneira invertida e o brasileiro perdeu mais de um minuto com isso), Massa disse que o time está trabalhando para evitar problemas do tipo.

“Houve muitas reuniões sérias e tenho certeza de que aquilo não vai voltar a acontecer. Mas ainda precisamos mudar em outras questões de organização, algo que temos feito desde o primeiro treino. Eu mesmo vi algumas pequenas coisas que precisávamos melhorar.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias