Pódio reúne velhos conhecidos por primeira vez em seis anos

compartilhar
comentários
Pódio reúne velhos conhecidos por primeira vez em seis anos
25 de jun de 2012 10:16

Juntos de engenheiro que trabalhou com os três na Ferrari, Alonso, Schumacher e Raikkonen voltam a dividir o champagne

O GP do Canadá de 2006 marcou último pódio de trio

Um pódio inesperado cheio de coincidências marcou o GP da Europa. Pela primeira vez desde o GP do Canadá de 2006, Fernando Alonso, Kimi Raikkonen e Michael Schumacher estiveram entre os três primeiros colocados.

Nesse meio tempo, tanto o alemão, por três temporadas, quanto o finlandês, por duas, estiveram de fora do campeonato. Curiosamente, em 2006, Alonso pilotava pela Renault, que hoje chama Lotus e é guiada por Raikkonen, enquanto Schumacher estava na Ferrari que atualmente é de Alonso.

“Faz muito tempo que estivemos os três juntos no pódio”, lembrou Raikkonen ao TotalRace. O finalndês, no entanto, salientou que preferia ter a companhia de seu parceiro na Lotus, Romain Grosjean, que sofreu uma quebra nas voltas finais, quando era segundo colocado. “Foi um bom resultado para nós. Infelizmente, para a equipe, ficaríamos muito mais felizes se colocássemos dois carros no pódio, mas o segundo carro teve um problema. É uma pena, as corridas são assim e vamos tentar fazer isso na próxima.”

Muita água passou por debaixo da ponte nesses seis anos. Inclusive, os dois antigos rivais do alemão em sua época de Ferrari foram para a equipe italiana e trabalharam justamente com seu ex-engenheiro de telemetria, Andrea Stella, que foi engenheiro de pista de Raikkonen, mesmo cargo em que atua com Alonso. Stella aproveitou a coincidência para subir ao pódio e receber o troféu de construtores pela Ferrari.

“Brincamos sobre isso”, revelou Schumacher. “Andrea é o engenheiro de Fernando e costumava trabalhar comigo no passado e, de certa maneira, essa é a ordem. O piloto com quem ele trabalha é o primeiro, o penúltimo foi Kimi, segundo colocado, e eu, como fui o primeiro, cheguei em último. É uma coincidência engraçada e é ótimo vê-lo lá. Ele tem feito um grande trabalho. Ainda lembro daqueles dias e estou feliz por Fernando e pela equipe pelo que conquistaram na prova. É minha velha família. Foi um pódio especial.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Koba celebra 7º lugar, enquanto Perez aposta em estratégia de prova

Previous article

Koba celebra 7º lugar, enquanto Perez aposta em estratégia de prova

Next article

Massa admite que temeu por sequelas e procurou psicólogo

Massa admite que temeu por sequelas e procurou psicólogo
Load comments