Pole, Rosberg nega que raiva tenha motivado desempenho

compartilhar
comentários
Pole, Rosberg nega que raiva tenha motivado desempenho
Charles Bradley
Por: Charles Bradley
31 de out de 2015 22:05

Alemão responde comentário de Toto Wolff, chefe da Mercedes, de que performance apresentada na classificação teria sido motivada pela raiva de ter perdido título para Lewis Hamilton pelo segundo ano consecutivo

Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06 e Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06 leads team mate Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 W06
Polesitter Nico Rosberg, Mercedes AMG F1 Team, second place Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team and third place Sebastian Vettel, Ferrari

Logo após Nico Rosberg conquistar a pole position para o GP do México, batendo Lewis Hamilton, Toto Wolff, chefe da Mercedes, foi questionado pelos jornalistas sobre o desempenho apresentado pelo alemão. A resposta do dirigente foi breve: "raiva", dando a entender que a motivação do germânico veio da segunda derrota seguida para Hamilton na briga pelo título.

Rosberg, no entanto, negou que essa tenha sido a motivação para a performance no treino classificatório, realizado neste sábado no autódromo Hermanos Rodriguez.

“Não, definitivamente não há diferença alguma (em relação a corridas anteriores. Dei o máximo, como sempre. Não estava motivado pela raiva, não seria a abordagem apropriada. Apenas me concentrei e segui em frente. Três corridas pela frente, sigo pilotando da mesma forma e andando forte", disse.

“Tenho me sentido bem aqui o final de semana todo, encontrei um bom equilíbrio na classificação graças aos engenheiros e pude acelerar fundo e fazer uma ótima volta", afirmou.

Carro bom para a corrida

Rosberg procurou também encerrar a polêmica com Hamilton após os dois terem dividido a primeira curva em Austin, quando a agressividade do britânico deixou o alemão bastante insatisfeito. 

Quando questionado se o lance da semana passada influenciaria na largada da prova mexicana, o alemão ressaltou que o assunto já ficou para trás e preferiu elogiar o carro que tem em mãos para a disputa de domingo.

“Nada, (amanhã) será uma batalha normal. O que passou, passou, seguimos em frente. Largar na pole é um bom começo, sem dúvida. Há um longo caminho até a curva 1, mas tenho certeza de que temos um bom carro para a corrida", disse.

Será interessante ver como os pneus se comportarão - tivemos um desgaste na sexta-feira que nos indicou que não será fácil lidar com essa questão durante a prova", completou. 

Próxima Fórmula 1 matéria
Massa e Nasr são superados por companheiros; veja placar

Previous article

Massa e Nasr são superados por companheiros; veja placar

Next article

18º, Raikkonen lamenta dificuldades: "mal andei hoje"

18º, Raikkonen lamenta dificuldades: "mal andei hoje"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do México
Localização Autodromo Hermanos Rodriguez
Pilotos Nico Rosberg Shop Now
Equipes Mercedes Shop Now
Autor Charles Bradley
Tipo de matéria Últimas notícias