Polêmico e falastrão: as frases de Bernie Ecclestone

Ex-chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone não costuma medir as palavras quando aborda assuntos polêmicos; relembra algumas frases impactantes em uma edição especial da 'Sala de Imprensa'

Bernie Ecclestone é um personagem polêmico. Ex-chefão da Fórmula 1, o dirigente esteve envolvido com a categoria por décadas.

Tudo começou com o trabalho de empresário de pilotos, em 1957 - em 1958, o britânico tentou, como piloto, classificar-se para duas provas, sem sucesso. Em 1972, Ecclestone adquiriu a Brabham, equipe que comandou por 15 anos - incluindo os dois títulos de Nelson Piquet na equipe, em 1981 e 1983.

Depois, Ecclestone direcionou os trabalhos para os negócios se tornou o chefão da F1, ditando os rumos comerciais da categoria e a transformando em uma máquina de fazer dinheiro - a venda da F1 para o grupo Liberty Media, concretizada na última segunda-feira (23), está estimada em US$ 8 bilhões, aproximadamente R$ 25 bilhões

Além de todo esse histórico, o dirigente nunca foi conhecido por ter papas na língua e não é raro ver o nome de Ecclestone assinando frases polêmicas. Algumas delas são relembradas em uma edição especial da 'Sala de Imprensa'.

Confira:

"Meu novo cargo é um desses termos americanos, algo como um presidente honorário. Eu tenho este título agora, mesmo que eu não saiba o que significa."

"Meu novo cargo é um desses termos americanos, algo como um presidente honorário. Eu tenho este título agora, mesmo que eu não saiba o que significa."
1/10

Após ser removido do cargo de chefão da F1 - ganhando o título de presidente honorário da categoria - Ecclestone não perdeu a pose e, com o tradicional humor britânico, comentou o recebimento da honraria.

Photo by: XPB Images

"Nunca tive intenção de pagar. Todos os meus amigos sabem que não pagaria um centavo por uma sogra".

"Nunca tive intenção de pagar. Todos os meus amigos sabem que não pagaria um centavo por uma sogra".
2/10

O chefão da F1 não pensou duas vezes quando questionado sobre o sequestro de Aparecida Schunk Flosi, sogra de Ecclestone.

Photo by: XPB Images

"Se surgissem mulheres capazes, elas não seriam levadas a sério de qualquer maneira. Então jamais haveria um carro em que elas pudessem ser competitivas”.

"Se surgissem mulheres capazes, elas não seriam levadas a sério de qualquer maneira. Então jamais haveria um carro em que elas pudessem ser competitivas”.
3/10

Em entrevista à rede de TV canadense TSN, Ecclestone disse que, mesmo se uma piloto muito talentosa surgisse, as equipes de F1 não dariam espaço para ela mostrar que pode ser competitiva.

Photo by: XPB Images

"No minuto que me falam sobre o que são direitos humanos, você pode olhar em como, por que e quando se aplicam. Alguém sabe o que os direitos humanos são?"

"No minuto que me falam sobre o que são direitos humanos, você pode olhar em como, por que e quando se aplicam. Alguém sabe o que os direitos humanos são?"
4/10

Quando perguntado se a F1 está de consciência limpa ao realizar uma corrida no Azerbaijão - país alvo de críticas da Anistia Internacional devido à repressão - ele não se mostrou arrependido e ainda questionou o conceito de direitos humanos.

Photo by: XPB Images

"Se eles não querem correr, eles não são obrigados. É uma decisão deles. O circuito é este e se eles não gostarem, podem ir para casa."

"Se eles não querem correr, eles não são obrigados. É uma decisão deles. O circuito é este e se eles não gostarem, podem ir para casa."
5/10

Em Baku, alguns pilotos se diziam descontentes sobre as pequenas áreas de escape do circuito de Baku e também com a entrada do pitlane. Ecclestone mandou um recado nada dócil aos pilotos.

Photo by: XPB Images

"Não tem nada a ver com dinheiro. Não é o ponto. Ficaríamos felizes de tê-los a bordo mesmo se eles não nos pagassem."

"Não tem nada a ver com dinheiro. Não é o ponto. Ficaríamos felizes de tê-los a bordo mesmo se eles não nos pagassem."
6/10

Mais cedo neste ano, Ecclestone anunciou a cerveja Heineken como parceira global da F1. O dirigente aposta na experiência da marca com eventos de grande porte para impulsionar a categoria, especialmente nas mídias sociais.

Photo by: XPB Images

"A única coisa que temos que fazer é ignorar o que a Ferrari já disse e falar: 'vocês tiveram uma chance. Vocês podem deixar o conselho ou reclamar no arbitral e ver o que eles pensam'."

"A única coisa que temos que fazer é ignorar o que a Ferrari já disse e falar: 'vocês tiveram uma chance. Vocês podem deixar o conselho ou reclamar no arbitral e ver o que eles pensam'."
7/10

Neste ano, Ecclestone e Jean Todt - presidente da Federação Internacional de Automobilismo - fizeram alterações quanto à estrutura de governança da FIA e da FOM. A manobra não caiu muito bem para a Ferrari, que foi a única contra a medida.

Photo by: XPB Images

"Não lidero um cartel. Temos de ver o que a Comissão Europeia pensa. As equipes já têm contratos, não têm? Não imagino que ninguém os obriguem a quebrar os contratos."

"Não lidero um cartel. Temos de ver o que a Comissão Europeia pensa. As equipes já têm contratos, não têm? Não imagino que ninguém os obriguem a quebrar os contratos."
8/10

Sauber e Force India pediram à União Europeia para investigar se a Fórmula 1 está quebrando as leis de competições do bloco e, mais uma vez, Ecclestone deu uma declaração 'à Ecclestone'.

Photo by: XPB Images

"Eu não acho que nós temos que ter obrigatoriamente um GP da Itália. Alguém uma vez me disse uma coisa engraçada, que não poderia haver F1 sem uma corrida na França. Mas temos F1 e não temos França."

"Eu não acho que nós temos que ter obrigatoriamente um GP da Itália. Alguém uma vez me disse uma coisa engraçada, que não poderia haver F1 sem uma corrida na França. Mas temos F1 e não temos França."
9/10

Com a F1 cada vez mais buscando novos ares e deixando locais tradicionais de lado, Ecclestone, que se vê às voltas com negociações complicadas com Monza, deixou no ar que a categoria pode sobreviver sem o GP da Itália.

Photo by: XPB Images

“Acho que agora, com a nova estrutura de boxes, as pessoas daqui vão se interessar mais pela corrida. Só precisamos fazer a Globo ficar um pouco mais entusiasmada.”

“Acho que agora, com a nova estrutura de boxes, as pessoas daqui vão se interessar mais pela corrida. Só precisamos fazer a Globo ficar um pouco mais entusiasmada.”
10/10

O GP do Brasil sempre é alvo de rumores quanto à permanência na categoria. Ecclestone, ao visitar as obras nos boxes de Interlagos, deu um recado para a TV Globo, dona dos direitos de transmissão da F1 no Brasil.

Photo by: XPB Images
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Bernie Ecclestone
Tipo de artigo Conteúdo especial