Por ser melhor, Mercedes paga R$ 18 mi de taxa de inscrição

Equipe recordista de pontos no mundial de construtores tem taxa de inscrição recorde para entrada no campeonato do próximo ano

O sistema que calcula a taxa de inscrição para a Fórmula 1 sofreu alterações antes do início desta temporada. Com isso, a Mercedes já havia desembolsado valores elevados, após ter somado 701 pontos em 2014.

A equipe alemã deve pagar US$ 6.194 por ponto marcado, em cima de uma base de taxa de entrada de US$ 516.128.

Isso significa que a taxa de entrada soma US$ 4.870.510 - mais de 18 milhões de reais - que Toto Wolff, chefe da equipe, admitiu ter sido doloroso pagar.

"Muito caro", definiu Wolff. "É sempre triste assinar esse cheque. Mas este é o sistema inventado há dois anos."

"Isso nos leva a uma situação de que quanto mais pontos marcamos, maior será sua taxa para o próximo ano."

"No entanto, nossa intenção é ter o maior sucesso esportivo possível, marcando o maior número de pontos. Por isso é um sentimento dúbio."

Recorde de pontos

A Mercedes conseguiu marcar mais pontos em 2015 do que no ano anterior, mesmo sem que a etapa de Abu Dhabi oferecesse pontuação dobrada.

"Nosso intuito é sempre vencer o campeonato, ganhar muitas corridas e largar da pole", acrescentou Wolff.

"Para mim, pessoalmente, o número de pontos é algo que fica somente nos livros, não é de grande interesse."

Veja quanto cada equipe terá que pagar para poder participar da temporada 2016 da Fórmula 1

EquipePontos marcadosTaxa de entrada (em dólares)
Mercedes 703 $4.870.510
Ferrari 428 $2.725.036
Williams 257 $1.842.505
 Red Bull 187 $1.481.235
Force India

136

$1.218.024
Lotus/Renault 78 $918.686
Toro Rosso 67 $861.915
Sauber 36 $701.924
McLaren 27 $655.475
Manor 0 $516.128

Entrevistado por Jonathan Noble

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias