Por visibilidade, F1 muda posição da asa traseira em 2019

compartilhar
comentários
Por visibilidade, F1 muda posição da asa traseira em 2019
28 de ago de 2018 13:53

As asas traseiras dos carros da F1 serão mais altas no próximo ano e as posições dos retrovisores também serão alteradas como parte de mudanças para melhorar a visibilidade dos pilotos, apurou o Motorsport.com.

A FIA tem analisado desde o começo do ano os problemas para a visão traseira gerados pelos atuais carros.

Os trabalhos foram acelerados após um lance perigoso envolvendo Carlos Sainz e Sebastian Vettel na classificação para o GP da Áustria.

Um esforço para impor mudanças para o GP de Cingapura foi abandonado, mas as discussões entre as equipes nas reuniões de regulamento técnico resultaram em um rascunho de mudanças às regras.

As mudanças ainda terão de ser aprovadas pelo Grupo Estratégico da F1 e o Conselho Mundial da FIA antes de entrar no regulamento, mas acredita-se que isso seja mera formalidade.

As novas regras incluirão asas traseiras posicionadas em maior altura em 50 mm para criar uma maior janela de visibilidade entre a superfície inferior da asa e o topo da lateral do carro.

Além disso, a posição dos retrovisores será especificada nas regras, sendo mais baixos e estando mais para fora para garantir que estejam na melhor posição para os pilotos.

Também haverá regras mais restritas sobre a montagem dos espelhos para garantir que as equipes não obtenham ganho de performance em assuntos de segurança.

O debate sobre a necessidade de mudança nas regras veio à tona novamente nos treinos livres do GP da Bélgica, quando Stoffel Vandoorne foi acidentalmente empurrado para fora da pista por Valtteri Bottas, que disse que não viu o carro da McLaren se aproximando.

Quando questionado pelo Motorsport.com sobre o quão ruim é a visibilidade dos espelhos, Bottas disse: “Para mim, tem sido um pouco mais difícil do que era antes.”

“O principal é a posição da asa traseira, o tamanho da asa traseira, e a visibilidade dos espelhos. A asa bloqueia parte da visibilidade de trás.”

A mudança na posição da asa traseira será incluída nas já programadas alterações do regulamento aerodinâmico de 2019, que serão introduzidas para aumentar a possibilidade de ultrapassagens.

Próxima Fórmula 1 matéria
Leclerc guiou Ferrari de 2018 em sessão em julho

Previous article

Leclerc guiou Ferrari de 2018 em sessão em julho

Next article

Gil de Ferran elogia Alonso: “é fácil trabalhar com ele”

Gil de Ferran elogia Alonso: “é fácil trabalhar com ele”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias