“Poucos pilotos aceitariam”, diz Massa sobre perda de posições no grid

Para beneficiar Alonso, Ferrari abriu o lacre do câmbio do carro. Brasileiro teve de sair de 11º e chegou em 4º no GP de Austin

Massa:

Após fazer um treino classificatório melhor que o companheiro pela segunda vez no ano, Felipe Massa recebeu uma notícia intrigante neste domingo de manhã em Austin. A Ferrari estava pensando em mexer no câmbio de seu carro, para que ele fosse punido e perdesse cinco posições no grid de largada. Com isso, seu  companheiro Fernando Alonso, que disputa o título, ganharia uma posição e passaria a largar no lado limpo da pista. Massa também iria para o lado limpo do grid, mas em 11º e não mais em sexto. Massa não gostou da decisão, mas acatou, “pelo bem da equipe”.

“É claro que eu não estava feliz de hoje de manhã. É impossível um piloto saber que entregará cinco posições no grid e ficar feliz. Estava chateado, sem dúvida, mas foi pelo bem da equipe”, admitiu o brasileiro. “Tudo o que a Ferrari quer é lutar com o Alonso até o final para que ele tente ser campeão. E pelo bem da equipe, eu aceitei. Talvez seja difícil encontrar outro piloto que aceitasse fazer o que eu fiz”, comentou.

Mesmo com toda a polêmica e largando em 11º, Felipe Massa fez uma corrida irrepreensível e terminou na quarta colocação, exercendo um ritmo forte o tempo todo. O piloto acredita que o episódio todo o valorizou e que não correu só para favorecer o time. “Corri pelo meu bem também. No final, sair de 11º para 4º, ganhando só uma posição na largada e ultrapassando na corrida todos os carros que estavam na minha frente, é sensacional. Isto me deixou muito feliz. Foi a minha melhor corrida no ano, junto com a do Japão e a da Coreia, mas com um gosto de vitória”, observou Massa. “Aumenta o meu valor”.

Os 10 pontos somados – que têm grande importância no mundial de construtores – ficaram mesmo em segundo plano na conversa após a corrida. O assunto foi todo em torno da polêmica decisão da Ferrari. Massa disse que só pediu para a equipe que tudo ficasse às claras. “A gente tem que ser limpo e falar a verdade, Ficar enrolando não adianta nada, mentindo não adianta nada. Por isso pedi para a equipe (que dissesse que a troca era para beneficiar Alonso e não por um problema mecânico). E a posição deles foi honesta”, argumentou.

Questionado pelo TotalRace sobre como isto poderia ser visto no Brasil, Massa disse que procura não pensar nisto. “muita gente fala tanta coisa que, para falar a verdade, a gente tem que pensar em fazer o que acha certo, o que é honesto. Sou um cara bem honesto e acho que esse é caminho certo.  Tenho muita felicidade da minha vida, minha carreira, tudo o que conquistei e continuo conquistando. Muita gente fala, mas acho que o negócio é fazer a coisa certa e este é o meu jeito”, concluiu.

Com o resultado de hoje, Felipe Massa manteve a sétima colocação na tabela, com 107 pontos.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Pilotos Fernando Alonso , Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias