Prêmio a jovem da Red Bull cria saia justa com McLaren

Dan Ticktum levou para casa o Autosport Awards, mas, por ter vínculo com programa de equipe da F1, não deverá receber a recompensa completa

Um prêmio dado ao piloto Dan Ticktum criou uma saia justa entre Red Bull e McLaren, de modo que o jovem inglês não deverá receber a recompensa completa pelo feito.

No último fim de semana, Ticktum, de 18 anos, conquistou o McLaren Autosport BRDC Awards, repetindo o feito de nomes como David Coulthard, Jenson Button e Lando Norris. O prêmio prevê um teste em um carro de F1 da McLaren, além de uma vaga em tempo integral de piloto no simulador da equipe inglesa – que foi o caso de Norris, protegido da McLaren desde sua conquista.

Ocorre que Ticktum faz parte do programa de pilotos da Red Bull desde o início deste ano. De acordo com o site da emissora ESPN, a McLaren dará um teste ao piloto com um de seus carros de 2013, mas não cederá a vaga em seu simulador pelo fato de Ticktum estar aliado a uma equipe rival da F1.

A nomeação do premiado é responsabilidade do BRDC, o clube de pilotos britânicos. A McLaren espera que, futuramente, o prêmio exclua pilotos que já possuem algum tipo de conexão com outras equipes.

Ticktum competiu na F-Renault 2.0 e na GP3 durante 2017, mas ganhou destaque com sua surpreendente vitória no GP de Macau de F3 – quando assumiu a liderança após uma colisão dupla de Sérgio Sette Câmara e Ferdinand Habsburg na última curva da corrida.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias